27/06/2009

Pausa

Queridos leitores,

Durante uns dias, não haverá posts.

Vou parar um pouco, ficar a ouvir as plantas crescerem, e, quando menos esperarem, voltarei com novidades!

Até lá... podem sempre aproveitar para vasculhar os posts mais antigos.

Vou sentir saudades vossas. Muitas.
Sopro-vos um beijo, da palma da minha mão...

P.S. - O rolinho está a evoluir bem!

26/06/2009

Caído dos céus

Eu já não disse que passo a vida a encontrar pássaros?

Mas este é especial. Encontrei-o agora no chão, em frente à minha casa. Desconfio que é o meu rolinho. Ai...

Só a sua mãe é que tem vindo às minhas janelas, o que me leva a crer que é mesmo ele.

Tem uma ferida numa das asas, onde apliquei Betadine. Será que fiz bem?
Não me parece que esteja partida, mas ele não consegue voar, e pouco se mexe.

Abri-lhe o bico para dar-lhe um pouco de água e de pão.

Como não tenho gaiolas, fiz-lhe um ninho dentro deste cesto, para ele descansar e recuperar.

Vamos fazer força para que ele fique bem. Seria um desgosto, para mim, perdê-lo.

A quem souber como tratar, peço conselhos. É o primeiro pássaro ferido que o destino me traz, e não sei se devo fazer mais alguma coisa para ajudá-lo.

25/06/2009

Casa com cheiro de Natureza

Perfume a casa toda sem gastar um cêntimo... é a minha proposta de hoje.

Os aromatizadores que existem à venda, geralmente, são prejudiciais para as vias respiratórias, caros, gastam-se depressa, e nem sempre agradam a todos os gostos.

3 ideias saudáveis, ecológicas, económicas, e que todas as suas visitas irão apreciar:

Perto de algumas praias, no Verão, sente-se um cheiro exótico e envolvente a caril. É um odor delicioso, único, que, no Verão passado, quis "agarrar", e trazer para casa.

É esta planta, a erva-do-caril (helychrisum italicum), a responsável por este aroma, que me faz lembrar a junção de praia e campo, o Verão, o Alentejo, o calor e alegria.

Este ramalhete, há um ano pendurado na entrada da sala, ainda cheira bem.

O caril propriamente dito é uma mistura de várias especiarias moídas, tais como gengibre, cominhos, açafrão, cravinho,..; e esta surpreendente planta consegue reproduzir o mesmo odor dessa mistura.

Para além de perfumar a casa, as suas folhas podem ser usadas para aromatizar cozinhados.

Fiz este saquinho de tule, e enchi-o de frutos de eucalipto (não sei se têm algum outro nome, mas refiro-me àquelas bolinhas que os eucaliptos deitam e cheiram maravilhosamente bem).

Está pendurado na janela para que o Sol aqueça e active as bolinhas de eucalipto; e estas libertem o seu perfume.



Para além dos frutos do eucalipto, as suas folhas também têm um perfume delicioso.

Estes ramos, que pendurei aos pés da cama, exalam um odor muito agradável, contínuo e discreto. O nosso quarto cheira a floresta!

O eucalipto é uma árvore mágica, com capacidades protectoras, que renova as energias, mantém os ambientes limpos e purificados, e elimina energias negativas.


Os recursos da Mãe-Natureza são infindáveis... não é?

23/06/2009

Guia dos Sonhos - X


Xadrez - Jogar xadrez significa que terá de enfrentar algumas contrariedades. Deverá preparar-se.

Xaile - Se estiver a usá-lo, irá apaixonar-se em breve, e será correspondido. Ou, caso já tenha alguém na sua vida, a sua relação será dominada por uma fase de grande volúpia.

Xarope - Sonhar que está a tomar xarope, pressagia a recuperação de uma pessoa doente sua conhecida. Dá-lo a outra pessoa, significa que receberá ajuda.

Índice (clique nos itens):

- Guia dos Sonhos - L
- Guia dos Sonhos - M
- Guia dos Sonhos - N
- Guia dos Sonhos - O
- Guia dos Sonhos - P
- Guia dos Sonhos - Q
- Guia dos Sonhos - R
- Guia dos Sonhos - S
- Guia dos Sonhos - T
- Guia dos Sonhos - U
- Guia dos Sonhos - V
- Guia dos Sonhos - X
- Guia dos Sonhos - Z
- Introdução

22/06/2009

A nova sede da Casa Claridade

Há algum tempo que eu queria uma secretária nova, mas não uma dessas modernices que por aí se vêm à venda. Preferia uma peça antiga, com história e encanto. Com gavetas. Única. E também queria que fosse barata, já agora. Ora... porque não?

Impossível de encontrar, dizem-me?
Nada é impossível para quem acredita, respondo.

Há umas 2 semanas atrás, encontrei exactamente aquilo que tinha traçado na minha mente.
Ia levar o L. à escolinha, quando, no fundo da minha rua, a vejo lá. No lixo.

Bingo!
Estava em perfeitas condições, com excepção do tampo, que estava bastante riscado; nada que uma boa lixadela não resolvesse.

Esta mãozinha que vêm na foto é do meu pequenino L., que quis ajudar, e trabalhou lado-a-lado com a sua mamã. E lixou mesmo a sério.

Depois de eliminar os riscos, em vez de envernizar o tampo, decidi encerá-lo.

A cera para madeiras tem inúmeras vantagens:

- é muito barata;
- é mais rápido de aplicar e de secar do que o verniz;
- cheira bem;
- basta usar um trapo velho (em contrapartida, com o verniz, o pincel depois fica inutilizado e acaba sempre por ir para o lixo);
- não há perigo de pingar ou de salpicar;
- pode entrar em contacto com a pele - depois, é só lavar normalmente...

Ora aqui está, depois de cerca de duas horas de trabalho árduo, porém compensador, a nova sede da Casa Claridade...

Vivó Sr. Lixus! Consegui! (clique na foto para ampliar)

19/06/2009

As penas e o seu significado

Há muitos, muitos anos atrás, o meu bisavô paterno encontrou uma jovem gaivota caída na praia. Estava ferida, com uma asa partida.

Levou-a para casa e, com muita paciência e engenho, fez-lhe umas talas em madeira, para ajudar a asa partida a curar.

Alimentou-a com restos de peixe, que ia pedir aos pescadores.

A asa curou-se e a gaivota recuperou as forças. A missão do meu bisavô tinha terminado, e ele resolveu levá-la de volta para casa: a praia.

Levou-a pela mão, levantou o braço e despediu-se dela. A gaivota fez dois ou três círculos no ar, por cima do meu bisavô, e partiu livre.

Algumas gerações mais tarde... num dia de muito frio e vento, levei o L. ao jardim.
Não havia mais ninguém a passear; éramos os únicos. Ouvi um piar aflito, e vi um pombo novo, ainda sem penas, a correr alvoraçado pelo chão; tinha caído do ninho.

Morreria, em pouco tempo, nas garras de algum gato, ou de frio. Trouxe-o para casa.
Fiz-lhe um ninho numa caixa, com restos de trapos. Nessa noite, caíu um temporal.

Alimentei-o com um palito; dava-lhe água, papas e pedaços de milho partido. No início, tinha que abrir-lhe o bico com as mãos para comer. Depois, era ele que abria o bico sozinho.

O pombo cresceu, e também as suas penas. Havia cocó por toda a casa!
Até que, um dia, peguei nele e levei-o ao mesmo jardim onde o encontrei.

Soltei-o exactamente no sítio onde o tinha apanhado, e ele, ainda inseguro nos seus primeiros vôos ao ar livre, trepou pelo tronco da árvore e regressou ao ninho de onde tinha caído. Foi ma-ra-vi-lho-so...

Já apanhei pardais, uma andorinha, pombos, e salvei até um pavão bebé. Nem sempre tive sucesso, mas passo a vida a "tropeçar" em pássaros em apuros.

Quando pego numa pena... penso nos quilómetros que ela já voou pelos céus, guiada pelos ventos, agarrada à ave a que pertencia. Penso que já esteve no topo das árvores, onde a mão humana não toca.

As penas, para mim, simbolizam isso tudo.
Paz. Liberdade. Viagens. Magia. O domínio dos céus. Despojamento.

Às vezes, quando dou um presente a alguém, colo uma pena no embrulho.
Nunca me perguntaram porque faço isso; presumo que pensem que o faço só porque fica bonito. Na realidade, quando colo uma pena ao presente, estou a oferecer, juntamente com ele, toda a linda e maravilhosa magia que ela traz.

A gaivota da foto, que parece verdadeira, está pendurada no tecto da cozinha (as gaivotas sempre foram as minhas preferidas, mesmo antes de saber da história do meu bisavô).

Gosto de colocar penas em todo o lado, e todas as que tenho, são penas que já cumpriram a sua missão de altos vôos, e que foram apanhadas do chão (nunca arrancadas!).

18/06/2009

Feliz

Ahhh... estou tão feliz...

Quer saber o motivo?

Clique AQUI!

A casinha dos sorrisos

Se pensa que a sua casa começa do lado de dentro da sua porta, saiba que está enganado...

Uma casa começa no lado de fora da porta de entrada. Decore-a! Não esteja à espera do Natal para pendurar uma tímida guirlanda...

Se a sua porta de entrada estiver vazia e impessoal, parece que não vive lá ninguém.
Experimente decorá-la e verá como se sentirá reconfortado sempre que regressar ao seu lar.

Apesar de ser a única pessoa no prédio a decorar a porta, sei que os meus vizinhos não deixam de sorrir e apreciar as minhas decorações. E o carteiro. E as visitas. E até os chatos dos pregadores de religiões que insistem sempre em voltar, apesar de estar farta de dizer que sou um caso sem salvação. lol!

Também as boas energias sentem a mesma simpatia e atracção...

Esta casinha de madeira é a minha última paixão. Nada mais é do que uma cabana de presépio que achei desprezada no lixo. Vi-lhe tanto potencial, que tinha tanto para dar, que resolvi salvá-la e transformá-la em algo único e especial.

Com apenas 1 (uma!) rolha de cortiça e uma faca, esculpi três bonecos pequeninos, e colei-lhes pedaços de tecido e de lã, para fazer de roupa e cabelo. Desenhei-lhes olhos e boca, e ganharam vida. Representam a nossa família.

Acrescentei frutos de eucalipto, uma pena, 7 grãos de milho (para atrair prosperidade), uma fita vermelha... Ainda não terminei (falta fazer as rôlas!), mas o principal já lá está.

Sem gastar um cêntimo. Sem poluir a Natureza. Com reciclagem. Com Amor. Com Magia.
Espero que gostem e se inspirem.

(Eu sei que está a sorrir. Vê como é verdade, que esta casinha desperta sorrisos?)

15/06/2009

Sopinhas de gato

Já lhe ouvi chamar comida de pobre. E discordo.

Eu chamar-lhe-ia comida de quem está com vontade de algo reconfortante, mas não lhe apetece ter muito trabalho. ;-)

Deite uma colher de sopa de café solúvel e duas de açúcar para uma tigela.


Acrescente leite, mexa, e aqueça no microondas. Depois, coloque bocadinhos de pão.

Leve a tigela para a sala, acenda umas velas, e coma as suas sopinhas de gato confortavelmente no sofá, enquanto vê um bom filme. Miauuuuu...

Se está no Hemisfério Sul a enfrentar os primeiros rigores do Inverno, não deixe de experimentar esta receita, que lhe vai aquecer a alma.

09/06/2009

A Boneca Hazel

Hoje de manhã, a minha campainha tocou insistentemente...

Uhhh... Quem será desta vez?, As testemunhas de Jeová ou os Mórmons?!, pensei.

Ao mesmo tempo, senti que era outra coisa...

Quando abri a porta, foi-me entregue esta misteriosa caixa.





Depois de escapar da curiosidade do carteiro, que insistia que me conhecia de algum lado, peguei na encomenda, e trouxe para casa.

Abri cuidadosamente a caixa, e encontrei um lindo cartão de visita do Atelier Andréa Albernaz junto com uma carta.








Hoje em dia, em plena era do email, receber uma carta tem outro encanto.

E esta carta, em particular, fez as minhas delícias. Obrigada, Andréa.

Parecia Natal aqui em casa!

E o que vinha no embrulho?, perguntam.

... uma bruxa...
Agora pára tudo! Stop!!

Muita atenção: esta não é uma bruxa qualquer...

... esta é a Bruxa Hazel!

Não fui eu que lhe dei este nome, se é o que estão a pensar.
Foi uma surpresa completamente inesperada.

A Bruxa Hazel é uma criação da talentosa artesã brasileira Andrea Albernaz, leitora da Casa Claridade, que se inspirou... em mim!

É possível uma coisa destas?
Ai... permitam-me um bocadinho de vaidade! Um bocadão, até. Vá, só por hoje...

A Andrea Albernaz presenteou-me com esta, que, segundo ela, será a primeira de muitas Bruxas Hazel que irá comercializar, todas inspiradas em mim... não é para ficar peneirenta?

Adoro! ahahah! Vou até buscar um pouco de arruda e sal grosso, só por causa das invejas!

Esta linda bruxinha foi confeccionada com todo o engenho, delicadeza e carinho de uma genuína artesã.
Toda ela está cheia de detalhes encantadores.

A Bruxa Hazel desloca-se em grande estilo; não voa sentada na vassoura... contrariando as regras, vai de pé, sobre a sua vassoura perfumada, de canela e sândalo!

Traz consigo duas garrafinhas com substâncias mágicas, que só a Andréa e eu é que sabemos o seu conteúdo. Certo, Andréa? ;-)

É maravilhoso sentirmo-nos estimados a este ponto.

Andréa Albernaz, agradeço do fundo do coração pelo lindo presente, que recebi com tanta alegria e carinho, e pela generosíssima homenagem.

Mais uma vez, confirmo que autorizo que sejam utilizados o meu nome e imagem para as tuas criações artísticas. E agradeço!

Conheçam os lindíssimos trabalhos da Andréa Albernaz nos seguintes links:
Canto da Bruxa
Canto da Bruxa - elo7

Obrigada! Fiquei muito feliz...

O que significa ter a garganta inflamada?


Retomo o assunto da garganta inflamada, desta vez, no sentido de curar espiritualmente, onde a doença começa.

Para si, leitor que tem a garganta inflamada, e veio aqui parar à procura de auxílio, preste atenção:

- O que é que quer dizer a alguém, e não consegue?

Quando queremos falar, e as palavras nos "morrem" na garganta, seja por falta de coragem, ou por excesso de tacto, gera-se um desequilíbrio interno.

As palavras que nos ficam aprisionadas na garganta transformam-se em excesso de energia acumulada; com tal intensidade, que acabam por causar dor e inflamação.

Pense nas pessoas que o rodeiam. Todas; família, colegas de trabalho, vizinhos, amigos...
Com qual delas tem um assunto "atravessado", e, por algum motivo, preferiu calar-se?

Liberte a energia que está a prejudicar a sua saúde, e diga o que tem a dizer.

Se tiver de optar entre alguém ficar aborrecido consigo, ou aborrecer-se consigo próprio por não ter coragem para falar (e, inevitavelmente, afectar a sua saúde), escolha a 1ª alternativa!

Fale. Comunique. Seja verdadeiro consigo mesmo.

Ah... e em dias de vento, use um cachecol!

08/06/2009

Recarregar as energias com a força da Água

Mesmo que estejamos cansados, sem paciência, de mau humor e sem forças, acreditem...

... basta tirarmos o primeiro sapato e tocarmos com o pé na areia, que todas essas sensações vão lentamente desvanecendo.

Ocasionalmente, faço as minhas caminhadas pela praia, e costumo fazê-lo sozinha, para poder meditar e sintonizar-me em pleno com as forças da Água.

Quer esteja calor ou frio, tiro sempre sapatos e meias, dobro as calças para cima, e caminho com os pés dentro de água.

Nesses momentos, tudo o resto me parece distante e menos importante.
É uma pausa, um momento só meu.

Caminho sem pressas, sempre onde a água se encontra com a areia. A cada ir e vir das ondas, sinto o meu espírito mais purificado, renovado e alimentado.

Respiro a maresia. As partículas de ar, que viajaram quilómetros pela superfície do oceano, entram nas minhas narinas, descem até aos pulmões, e invadem a corrente sanguínea, espalhando-se por todo o meu corpo.

No fim da caminhada, páro, viro-me para Sul, de frente para o horizonte, e quando a onda certa rebenta, coloco as mãos em concha, encho-as de água do mar e lavo a cara. Agradeço e prometo voltar em breve. Faço sempre isso, como um ritual.

Regresso sorridente para a areia, onde me sento ao Sol, a terminar a minha energização. Os meus pensamentos abrandam.

Fico a ouvir o Shhhhheeee das ondas, enquanto os raios de Sol secam a água salgada da minha cara e dos pés.

Depois volto para casa feliz, calma, tranquila e fortalecida.

Se desejar aprender a recarregar as suas energias com a força da Terra, espreite este post.

05/06/2009

Ajudem-me a ser bem-educada

Ainda bem que os passarinhos não cantam a troco de dinheiro, senão este mundo perderia metade do seu encanto...

E ainda bem que o Sol não exige ordenado para brilhar todos os dias.

O que se responde a alguém que, quando tentamos explicar o que é um blogue, nos pergunta:

- Mas isso é alguma coisa para se ganhar dinheiro? É para arranjar algum emprego? Então para que é que serve?!

Chiça! Bolas! E outras imprecações mais, que não posso dizer por ser este um blogue para todas as idades.

Que frustração; querer que as pessoas ultrapassem a questão do "ser ou não para ganhar dinheiro".

Dá-me vontade de ser malcriada ante a visão que alguns têm do mundo apenas em preto e branco, e que acham que uma coisa que não tenha o objectivo de fazer enriquecer, não serve para nada.

Será que posso pedir a vossa ajuda, queridos leitores, nisto?

Peço que respondam, numa linguagem simples, às perguntas abaixo. Os comentários que aqui fizerem serão impressos em papel, e entregues a estas pessoas.

- O que é um blogue?

- Para que serve um blogue?
- É para ganhar dinheiro? Não?, Então para que é que serve?
- O que é a Casa Claridade?

Fico-vos muito grata se me ajudarem nisto. Obrigada. Quero ser bem-educadinha.

Crie o seu avatar - grátis!

É tão engraçado e divertido, que deixo-vos esta dica, para que possam brincar também.
A propósito... é gratuito!

Qualquer pessoa, de qualquer sexo, raça ou fisionomia pode criar o seu próprio avatar.
O link para o site é este -> Face Your Manga. Divirtam-se!

Ora aqui está o resultado; esta vossa escriba, em anime.
Para quem tinha curiosidade em conhecer a minha cara, sou assim!


04/06/2009

Ressaca

Queridos leitores,

Sim. É verdade. Hoje a vossa Hazel está de ressaca.
A festa de ontem foi uma loucura nunca vista.

335 comentários cheios de Amor, Carinho e Alegria, vindos de vários cantos do mundo, que me inebriaram de tal forma, que hoje estou incapaz de redigir um post de jeito.

Agradeço, de coração, a todos os que participaram, aos que comentaram aqui, e ao António Rosa, por ter sido um excelente anfitrião.

A seu tempo, responderei a algumas perguntas que ficaram no ar, retribuirei visitas, e publicarei prémios que estão à espera de ir para a estante da Casa Claridade.

Agora... preciso de algumas horas para recuperar... e de dormir um pouco mais.
Mais uma vez, obrigada a todos. Obrigada. Obrigada. Obrigada.

Para quem não acompanhou a entrevista, poderá lê-la aqui.

03/06/2009

Venha voar comigo!

Hoje não estou na Casa Claridade...

... peguei no meu chapéu-de-chuva mágico, e voei até à Cova do Urso.

Agarre na minha mão, e venha comigo!

O quê? Como? Porquê?, pergunta.

O Editor e Astrólogo António Rosa convidou-me para uma entrevista.

Estou muito feliz, e ficarei ainda mais pela sua presença lá!

Clique AQUI, para ler a entrevista, acompanhar, bisbilhotar, comentar, participar, saber mais sobre mim... estarei lá à sua espera, em tempo real.

Vamos aproveitar o vento e voar agora!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...