20/06/2012

Gato dos Infernos!


Dom Gato é caprichoso. Muito caprichoso.

Pois que não bebia água.
E eu tentei tudo.
Recipientes de metal.
De plástico. Brancos. Transparentes. Altos. Baixos. E nada.

O único sítio onde Sua Alteza se dignava beber água era na banheira (ele sempre teve a mania das grandezas). Sempre que acabo o meu duche, lá vai ele, qual aspirador, lamber as gotas todas das paredes da banheira.

Mas umas gotinhas não eram o suficiente para um leão dos sofás, e isso intrigou-me durante muito tempo, já que ele que nunca bebia do seu bebedouro.
Até um dia eu entrar de repente na cozinha e descobrir o seu segredo...

Sempre que eu não bebia a água toda durante o jantar, deixava o copo na mesa para depois beber o resto antes de deitar. Pois encontrei este Belzebú dos Infernos, todo deitado em cima da mesa, a mergulhar a língua no meu copo num shlép shlép cheio de satisfação.
Durante não-sei-quanto-tempo, o gato tem andado a beber a minha água.
Ou, por outra, eu tenho andado a beber água do gato. Que no-jo!

Fica lá com o copo para ti, ó gato com mania que é pessoa!

Beijos de gato,



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...