A perseguição

quarta-feira, novembro 27, 2013



Estava indecisa se deveria ou não partilhar convosco uma experiência tão escatológica como esta. Mas eu sei que vocês, seus marotos, mesmo que não admitam, têm um certo prazer obsceno em ler relatos de teor escatológico. E eu em escrevê-los, vááá.

O momento alto do meu dia de ontem, o clímax de todas as emoções, foi quando cheguei a casa à tarde, e o gato Aramis passou por mim deixando um rasto de odor fecal atrás de si. Pffff...
Nunca antes tinha acontecido, mas pensei com os meus botões que ele estaria com flatulência e não liguei.

Sentei-me a ler as mensagens do dia, e Sua-Alteza-O-Gato salta-me para o colo trazendo consigo o mesmo cheiro suspeito e nauseabundo.

Oh meus limpinhos e perfumados amigos, o meu estômago subiu e desceu em menos de um segundo no momento em que lhe levantei a cauda felpuda e vi duas bolas penduradas lá por baixo. "Queres ver que lhe cresceram testículos?", ainda pensei, num momento-insanidade.

Eram dois... dois... cagalhotos! Colados aos pêlos, ali junto ao buraquinho, estão a ver?
Nunca me levantei tão rápido de uma cadeira. O gato, assustado, saltou para o chão, e desatámos numa perseguição desenfreada em que ele se escapulia com a velocidade de um tiro com os berloques a dançar debaixo da cauda e eu corria o melhor que podia atrás dele.

Até que finalmente o agarrei. Munida de toalhetes húmidos, tentei tirar os... os... vocês sabem. Quanto mais puxava, mais empastados eles ficavam no pêlo. Empastados, é mesmo esse o termo. E o cheiro, senhores, o cheiro. It's a dirty work, but someone's gotta do it.

Coloquei o meu sensor de nojo de lado e, meio pacote de toalhetes depois, consegui limpar tudo, debaixo dos insultos e protestos miados em gatês pelo pobre bichano, que não compreendia esta minha invasão às suas partes íntimas. Desculpa, Gato!

Ainda hoje me pareceu tê-lo visto a olhar de lado para mim. Está zangado, e não o culpo.
Ficou a dúvida: deveria aparar-lhe os pêlos à volta do...?

De mãos desinfectadas,

Hazel

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE LER

8 COMENTÁRIOS

  1. Isso acontece às vezes com o meu Persa... eu ponho-o na banheira e dou-lhe banho (coitado do gato...)

    ResponderEliminar
  2. Então Dom Aramis tem berlaitas nos pêlos do ...?
    E tu a pensar que eram simples ventosidades hehe :)

    ResponderEliminar
  3. A foto, deste post mais o relato é de rir de se envergar!
    Somente fique atenta com a alimentação dele, pois isto não é tão normal quanto parece. Talvez algum probleminha no bolo fecal que pode ficar entupido dentro dos intestinos. Consulte seu vet, quando puder.

    Abraços e este gato é lindo demais!

    ResponderEliminar
  4. Acho uma ótima idéia esta de lhe cortar os pelos próximos ao ...ocorrido... ehe he he...

    ResponderEliminar
  5. Como assim? Cortar os pelos das partes íntimas de Dom Aramis? Com certeza és mui corajosa, ou como se diz em meu país, perdeste a noção do perigo. Acredito que ele jamais te concederia a graça de seu real perdão. Falo com conhecimento de causa, mãe que sou de vários príncipes da mais alta realeza felina. Melhor procuras outra alternativa, minha querida.

    ResponderEliminar
  6. Obrigada! quando se começa um dia, que sabemos teremos bons problemas, ler algo descontraído, simples e criativo, é muito bom!!!
    Parabéns, pela dedicação ao principe Aramis. Um grande abraço.....

    ResponderEliminar
  7. Pior pior era se fosse ao contrário... Há que olhar para estes épicos acontecimentos sob o ponto de vista positivo :) Kiss Hazel! Foste muito corajosa!

    ResponderEliminar
  8. Rachei de rir!!!!!!

    Por acaso descobri o seu blog nestas andanças virtuais e sinto gratidão por isso...Tô adorando!
    O mais interessante é que este seu blog "prende a gente" ao ler assuntos diversificados e bem interessantes!

    Parabéns!!!
    Bjs

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário ♥