Lista de Paixões



Fazem-se listas de compras, listas de tarefas domésticas, listas de objectivos, listas de convidados, listas telefónicas, listas negras, listas, listas, listas.

Listas de tudo, e são quase sempre listas chatas. Ou perigosas, no caso das listas negras!

Nunca vi listas de paixões.
Então, decidi fazer a minha:

- livros novos e velhos, sobre os mais variados assuntos, bibliotecas
- flores, árvores, ervas daninhas, musgo, plantas silvestres
- mar, areia, conchas, búzios, cheiro a maresia, adormecer ao Sol
- escrever o que me apetece
- velharias, antiguidades
- histórias de encantar e de meter medo
- dançar, tango, danças orientais, sevilhanas, dançar à maluca quando ninguém está a ver
- cantar no duche usando o chuveiro como microfone, imaginando que sou uma estrela de rock
- velas acesas, incenso a queimar, fogueiras, lamparinas e lareiras
- mistérios, enigmas, charadas e mensagens encriptadas
- o cheiro do bosque quando cai a humidade da noite e o orvalho da manhã
- cores vibrantes e a cor preta
- pássaros, borboletas e ouriços-cacheiros
- viajar de avião para longe
- vestidos femininos
- música e caixas de música
- chapéus de palha, cartolas, chapéus cónicos, chapéus de feltro
- Tarot
- móveis com divisões secretas e casas com passagens secretas
- estrelas
- fotografias em contraluz
- gatos nas janelas das casas
- lápis de cor
- poltronas de orelhas, cadeiras de baloiço, redes espreguiçadeiras
- o silêncio absoluto
- alperces, morangos, chocolates, doces de ovos e tarte de maçã com canela
- o Sol pela manhã e as tardes de Verão
- o canto das cigarras e dos grilos
- a noite das Bruxas
- sótãos
- arco-íris
- o perfume do gengibre
- veludo e algodão puro
- ler na cama
- sumo de laranja natural
- rios, regatos e ribeiras
- o sabor da chuva
- teias de aranha
- caligrafia antiga
- o cheiro da roupa lavada, acabada de estender
- filmes no sofá com mantas e pipocas
-

Esta lista não está terminada, e é mesmo assim que quero que fique.
Gostava de ver a vossa!

A fazer listas,

Reprogramação com Reiki para pessoas que sofreram abusos sexuais


Apesar de ser uma criatura alegre e brincalhona, levo muito a sério o compromisso que fiz com os meus ideais de vida e procuro cumprir com o rigor que consigo a minha missão para com a Humanidade. Estou permanentemente a estudar e a trabalhar no meu desenvolvimento pessoal.

Assim, informo que estou disponível para ajudar, através da Terapia de Cura e Reprogramação com Reiki, pessoas que tenham sido vítimas de abusos sexuais.

Não posso reescrever a história da vida de ninguém, nem mudar o que aconteceu, mas coloco à disposição de quem precisar aquilo que sei fazer, e que pode ser uma ajuda para reorientar o impacto das memórias negativas, curar e recomeçar uma nova etapa mais leve e feliz, através da reprogramação mental e emocional com Reiki.

Esta terapia é feita com o paciente deitado (vestido) e de olhos fechados.
Não existe qualquer contacto físico entre mim e o paciente.

Local: Carcavelos
Valor: Gratuito(*)
Marcações: casaclaridade@gmail.com

(*) Porque acho que as questões financeiras não devem ser um impedimento para alguém que passou por uma situação de tal forma extrema, decidi não atribuir um valor a este trabalho específico. Se desejar retribuir com um donativo, para ajudar a manter o meu trabalho e o meu estudo, ficarei grata, contudo, não há qualquer obrigação.

O meu trabalho como terapeuta é gratuito nestes casos concretos:

- tratamento de pessoas que tenham sido vítimas de abusos sexuais
- terapias feitas a crianças
envio de Reiki à distância
- acompanhamento à distância de cirurgias médicas de alto risco, por meios psíquicos

As consultas normais de terapia Reiki que faço são remuneradas. 

Hazel Claridade
Mestrado em Reiki Essencial



Que faço eu acordada a estas horas?

Aqui estou. 7 da manhã de Domingo, e acordada há duas horas. Ou seja, desde as 5 que ando a rolar de um lado para o outro na cama como uma minhoca de plasticina entre as mãos de uma criança e o tampo de uma mesa. Até que me levantei. E uma pessoa só se levanta a estas horas num Domingo:

- Se trabalhar nos Bombeiros, Polícia ou num Hospital;
- Em caso de catástrofe natural;
- Um caso de urgência sanitária (em boa verdade, algumas urgências sanitárias são, também, uma espécie de catástrofe natural);
- Se for o Batman, a Mulher-Elástico, o Super-Homem, ou outro super-herói;
- Se for um daqueles madrugadores que vêm do planeta dos madrugadores e que eu sempre quis ser, mas sempre me achei fraca demais para conseguir (fraca = preguiçosa).

Ora, o que se passou é que quando me tenho deitado nas últimas noites, fecho os olhos e penso que quero acordar cedo na manhã seguinte. Penso isso com a cabeça, com os braços, com as pernas, com as orelhas e até com as unhas dos pés. Penso com cada célula do meu corpo. E penso com tanta força, que estou a conseguir. Estou mesmo a conseguir!
Só que desta vez pensei com força demais.

Então, é assim o mundo às 7 da manhã de um Domingo. Então, é isto que os madrugadores sentem. Então... Então... Que doideira!

E agora, o Sol a nascer!
E eu acordada há 2 horas!
E o dia todo pela frente!

Tinha que registar este momento tão raro como a passagem do cometa Halley, mesmo com olhos remelosos e cara de insecto.

Beijos madrugadores,

6 anos de Casa Claridade!

Com mil vassouras!
Então, já estamos em Março e ninguém me dizia nada? (palmada na minha própria testa!)

Deixei passar o aniversário deste blogossauro que dá pelo nome de Casa Claridade e no passado dia 20 de Fevereiro completou 6 anos de vida. Seis anos! BIBAAAAAA!!!

Estou aqui deste lado, de coraçãozinho palpitante e feliz (ainda que, imperdoável!, com quase 1 mês de atraso) por ter conseguido levar tão longe uma página que servia para eu escrever sobre o que gostava, apenas pelo prazer de escrever, e só tinha 3 leitores: me, myself and I!

6 anos depois, as estatísticas indicam que este blog já foi visitado por mais de 1 milhão de pessoas. Ou então, as estatísticas são umas exageradas, eu sei lá!

O que importa não são os números, mas aquilo que me fez começar e que me mantém aqui: fazer o que me faz feliz. Quer haja 1 pessoa a ler, ou 1 milhão delas.

Homessa, esperem lá. Mas estou a querer dizer que não me importo convosco, qual ingrata?
Já não bastava ter-me esquecido do aniversário do blogossauro?

Minhas riquezas, vocês são os frutos desta árvore e deram todo um novo sentido e propósito à minha vida.

E, por tudo isto, só posso juntar as mãos em frente ao coração e agradecer-vos.

Vossa, na Luz, em Paz, em Amor e Profunda Gratidão,

Hazel

Obrigada, Senhor Lixo

Há quanto tempo é que não aparecia aqui um post sobre os meus achados do lixo, hã? 
Desde a Idade Média, pelo menos!

No fim-de-semana passado, achei esta deliciosa cadeira de baloiço que alguém deitou fora. 
Ah, era mesmo o que a minha varanda precisava.

Trouxe-a comigo para começar um novo capítulo na história da sua vida, que ainda não terminou. Ainda há muitas tardes de Sol para balançar ao som dos passarinhos e com um livro no regaço. Bem-vinda!

Na gandaia,

Eliminar o cheiro de urina de gato dos tapetes


Quando o velhaco do nosso gato faz xixi num tapete ou num sofá, é o apocalipse!

Por muito que lavemos, permanece sempre aquele ligeiro e detestável odor a urina que faz com que ele volte inevitavelmente ao local do crime... e o repita.

Deixo-vos uma autêntica poção mágica que elimina mesmo os odores, além de desinfectar.

Dentro de uma embalagem vazia de borrifador, coloque, por esta ordem:

- 700 ml de água
- 4 colheres de copa de vinagre
- 4 colheres de chá de bicarbonato de sódio
- sumo de meio limão
- 1 pitada de sal

Ao misturar os produtos, vai criar uma reacção química semelhante a uma experiência de laboratório de um cientista maluco. Ah, já vos assustei! Não se preocupem, não vai haver explosões nem incêndios! A mistura vai borbulhar e subir um pouco dentro do recipiente, só para dar um pouco de emoção.

Depois, borrife generosamente a área onde o gato fez xixi e deixe secar. Repita o procedimento no dia seguinte, depois de ter secado, e o cheiro desaparecerá completamente.

Pode usar esta mistura também para limpar as loiças sanitárias, desengordurar o fogão, limpar a bancada e os armários da cozinha, etc..

O prazo de validade é reduzido, cerca de 2 semanas. Não costuma deixar manchas nos tecidos, mas convém sempre experimentar numa parte menos visível.
Onde encontrar bicarbonato de sódio? Em qualquer hipermercado ou em drogarias.

Pronta para borrifar o mundo inteiro,

Hazel

Sugestão:
Como acabar com as pulgas (antes que elas acabem consigo).