A todos os que me escrevem

São cada vez mais as pessoas que me escrevem pedindo ajuda e aconselhamento para todo o tipo de situações. Muitas vezes, levo mais de uma semana até conseguir reunir tempo para ler atentamente todas as mensagens, por vezes bastante extensas, e responder. Enquanto não o faço, ando com uma sensação de "peso", porque sei que estão a aguardar.

Nos dias em que me ocupo disso, abro o email e as mensagens privadas do facebook, e não faço mais nada senão responder individualmente a cada pessoa.

É um trabalho de entrega que tenho feito nos últimos 4 anos, que foi crescendo e atingiu um ponto que se tornou insuportável para mim. Não só pelo tempo e dedicação que exige, como também pela sensação de estar sempre em falta para com alguém, e de andar sempre a correr para apagar fogos, sem depois receber, tantas vezes, um simples "grato".
Muitas pessoas confundem aquilo que se faz por amor com uma obrigação. E abusam.

Assim, decidi permitir-me a mim mesma gerir melhor o meu tempo, de maneira a poder prestar um melhor serviço a quem me procura, seja nas consultas presenciais ou online.

Todos os emails e mensagens com pedidos de ajuda/aconselhamento serão remetidos para este post, onde aconselho a marcar uma consulta de Tarot ou de Reiki (consoante a situação) comigo, em que terão toda a minha atenção e dedicação.

Saiba mais sobre as consultas de Tarot (presenciais e à distância).
Saiba mais sobre as consultas de Reiki.

[Nota: O envio de Reiki à distância, continua, claro, a ser gratuito.]

Grata pela vossa compreensão.

Beijos mágicos,


Hazel

4 anos a blogar!

A Casa Claridade completou, no passado dia 20 de Fevereiro, 4 anos de vida!

Yeah, baby. 4 anos a blogar...
Ao longo deste tempo, escrevi cerca de 1.000 posts.
Recebi mais de um milhão de visitas.
E cerca de 20.000 comentários.

Muito, muito grata, do fundo do coração, a todos vós que me têm acompanhado ao longo destes anos.
Temos música festiva para celebrar!

Beijos aniversariantes,
Hazel

Muito grata, Maria Rita e Lídia Pinho!

É tão gratificante a amizade de quem acompanha a Casa Claridade, que me escreve a dizer que mesmo estando a centenas (ou milhares) de quilómetros, faço parte da sua vida.
Bem-hajam pelo privilégio que me concedem. Vocês também fazem parte da minha vida.


Muito grata, Maria Rita, do Brasil, pela carta maravilhosa (o que eu adorava ter uma caligrafia assim!) que me enviou, pelos cupcakes de crochet e pela caixa forrada de tecido, que vou guardar com muito carinho.

Adorei!



Muito grata, Lídia Pinho, de Tondela, pelos deliciosos chocolates, o sabonete de morango, a caixa de madeira, a cabaça com découpage, o livro de contos (lindo!), os pregadores e as meias até aos joelhos, que eu adoro!!





A colher de pau já pendurada na cozinha, com os meus ramos de ervas a secar.

Parece que fiz anos!

Muito, muito grata à Maria Rita e à Lídia Pinho, e a todas as pessoas que aqui passam neste nosso "ponto de encontro" virtual.

Beijos gratos,
Hazel

Obrigada, Daniela!

A Daniela Guimarães, de Coimbra, escreveu-me a dizer que tinha uma colecção de cristais que não estava a usar para nada. E que se lembrou de me perguntar se eu os queria.

Oh, minha rica Daniela, então não quero?

Pois aqui estão eles, entregues pelo senhor carteiro, junto com um saco de chá vermelho da China e um postal muito divertido e simpático.

Adorei!
iupiiiiii!!!

O chá é delicioso, e os cristais já não vão mais queixar-se de estar parados, não senhora.
Muito, muito grata, Daniela!

Beijos cristalinos

Para Orávia e Lídia


Estes lindos sapatinhos de duende que parecem vindos de um livro de histórias de encantar, foram enviados pela leitora Orávia, do Brasil.

[cá está o Aramis, mais uma vez, a snifar os meus pés, eu não digo?]


A Orávia enviou esta linda toalha com luas e estrelas pintadas por ela e um calendário com belíssimas ilustrações.

Muito, muito obrigada, querida Orávia, do fundo do coração, pelos lindos presentes e pelo teu carinho.

Adorei!

A Lídia Pinho, de Tondela, enviou 2 gorros de crochet românticos e doces, que me têm reconfortado e aquecido nos dias mais frios.

E uma chave antiga. E biscoitos (consumidos!), marmelada (consumida!), um estojo e chocolates para o L. (escondidos por ele, onde os terá metido?).
E ervas (algumas consumidas, outras penduradas na despensa).
E sabonetes perfumados (a uso!)

Muito, muito obrigada por tudo, Lidinha!!

Casa Claridade - 3 anos a blogar!

Como o tempo voa...
Sabiam que hoje a Casa Claridade celebra 3 anos de vida? Aham.
Três anos inteiros a escrever que nem uma doida.
Em que fiz muitos amigos, dos bons. Aprendi. Partilhei. Recebi beijos, abraços e presentes vossos. Ri-me. Chorei. Acreditei. Fui feliz.
E nunca desisti.

Agradeço do fundo do meu coração e com toda a minha Alma, a si, leitor que acompanha este blog.

Obrigada por me fazer companhia nesta viagem.
Venham cá esses ossos num abracinho!

Ora, temos música de festa a tocar e vinho tinto alentejano para brindar. Tchim-tchim. À nossa!


Enquanto celebramos, aqui vão algumas curiosidades:

A Casa Claridade é lida em 134 países.
Já escrevi 636 posts.
E recebi 16.026 comentários.
Tem 232.439 leitores no Brasil e 110.709 leitores em Portugal.

Algumas das palavras-chave mais absurdas e hilariantes digitadas por pessoas que vieram aqui parar (e olhem que não estou a colocar as piores...):

porque é que as pessoas deitam cuspo quando falam?
ácido anti chulé
Angelica fuma charuto
ao respirar cheira-me muito mal, o que pode ser?
as xerecas mais lindas do Brasil
bom vou mi já
casa das mamas
casas troca de esposas com muito sexo no Brasil
chupei uma mulher e estou com a garganta inflamada
como afastar quem já morreu?
como beijar um homem sem pegar inflamação na garganta
como despachar o marido
compro casa no lixo
dá azar cortar as unhas ao domingo?
espreitar mulheres nuas
existe planta que não morre?
fotos de cuecas loucas
fotos de garotas nuas de sovacos peludos
jovem mostra pau grosso para dona de casa
lagarto é cego ou surdo
mulher espreitando homem nu no banheiro
não gosto de ser chamada de xana no sexo
não te metas aqui
quanto tempo demora mosca a morrer num copo
quem manda em Portugal é o avental
quero chulé

Meus Queridos Leitores... Muito, muito Obrigada por tudo!

Casa Claridade na Imprensa

Venho informar que a Casa Claridade está na rubrica "Blogue da Semana" do Jornal i.

O meu sincero e humilde agradecimento ao Jornal i e a todos vós que acompanham a Casa Claridade. Muito, muito OBRIGADA.

Ai... estou tão séria. Homessa. Nova tentativa:

Querem lá ver isto. Foi escrita uma rubrica sobre a Casa Claridade no Jornal i.
Vivaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!
Dá cá mais cinco!
I-háááá!




Obrigada, Maria Rita!

A Maria Rita é uma advogada brasileira muito especial. Digo 'especial', porque não só possui a sabedoria, como também a humildade e a nobreza de espírito.
É algo de muito raro nos tempos que correm, e que eu muito admiro.

Vocês não sabem, mas a Maria Rita foi das primeiras leitoras da Casa Claridade, e uma grande incentivadora quando este blog só tinha 4 ou 5 leitores.

E eu não esqueço isso.

Só o facto de acompanhar a Casa Claridade há tanto tempo, já é um enorme presente para mim.

Mas a Maria Rita é uma pessoa especial, com mãos de artesã e alma generosa, e quis presentear-me ainda mais.

Obrigada, minha querida, pela belíssima toalha que bordaste, pela encantadora bolsa de crochet, e pelo lindo anjo que o L. adorou receber. Adorei tudo!

O meu sincero agradecimento por tudo. Desejo muito sucesso na tua vida a na tua carreira, e que as causas justas sempre vençam.

Obrigada, Cora e Dani O.!

A Cora e a Dani O., que moram no Brasil [e também no meu coração], enviaram-me um presente. Dentro da caixa amarelo-alegria dos Correios do Brasil, vinha o Verão...
Mal a abri, o Verão espalhou-se-me pela casa, e iluminou e aqueceu todos os cantinhos.
Até desliguei o aquecedor!

Vinham também três livros da escritora e bruxa brasileira Márcia Frazão.
"A Casa da Bruxa", "O Gozo das Feiticeiras" e "O Feitiço da Lua".
Há anos que eu sonhava com os livros dela... mas não encontrava aqui em Portugal.

Havia uma caixa de café do Brasil "Sabor da Fazenda", que vai alegrar as minhas manhãs. Sabonetes de anis estrelado e de melissa, que já usei hoje no duche. E adorei!
Um anel encantador. Uma lua sorridente para o L., que já está no quarto dele.
E um tapete de crochet que é uma fatia de melancia. Tão bonito e original, eu lá tenho coragem de colocar os sapatos em cima?

Adorei tudo!! Estou muito feliz e profundamente agradecida.
Obrigada por me mimarem desta forma e tornarem o meu dia mais colorido e vibrante.

Obrigada, Lídia!

Depois deste post um pouco travesso [ou rebelde, se preferirem], achei que este ano eu não ia merecer presentes de Natal de ninguém. :))  Mas... afinal, enganei-me!

A Lídia Pinho, de Tondela, que é uma pessoa muito carinhosa e tem mãos de fada, fez-me uma surpresa. Ontem, o Sr. carteiro subiu as escadas para me trazer uma encomenda sua.

Na caixa, vinham dois gorros de crochet lindíssimos que me fazem sentir uma actriz de Hollywood dos anos '40. Adoro adoro adoro!!

Uma encantadora árvore de Natal em crochet - ó Lídia, se eu morasse ao pé de si, já tinha ido aí bater-lhe à porta a pedir para me ensinar a fazer estas coisas tão bonitas.

Um porta-chaves muito original feito pela Estela, a filhota bonita da Lídia, que também herdou as mãos de fada.

E uns deliciosos biscoitos polvilhados de canela, que eram o dobro da quantidade que aparece na foto, mas eu não lhes resisti e ainda estou neste momento a limpar as migalhas dos cantos da boca.

Obrigada, Lídia!

A Estrela Dourada

Voei na minha vassoura e atravessei o mais negro dos céus em busca de um pequeno ponto de luz que estava prestes a nascer.

Achei. Uma pequena e tímida estrela dourada que irá crescer e transformar-se num Sol quente, radioso e envolvente. Trouxe-a comigo.

Cá está ela - consegue vê-la sobre o monitor?

Chegue-se mais para a frente e ponha os óculos de "ver ao perto". A-ha, ali está!

É a minha forma de desejar a todos vós, que lêem a Casa Claridade, um mágico e feliz...

... Solstício de Inverno.
... Solstício de Verão, para quem está no Hemisf. Sul.
... Natal, para quem prefere assim.
... Yule, para quem prefere assim.
... ou um dia como tantos outros, para quem não prefere nada, mas merece ser feliz na mesma.
:)

Da Alemanha

Eu sou só 1 pessoa. E vocês, leitores, são muitos. Às vezes, quando consulto as estatísticas dos visitantes quem vêm aqui ler os meus desvarios, imagino uma multidão de caras desconhecidas. Outras vezes, as vossas vozes ganham uma cara, um sorriso, um olhar.

Como ontem. Ontem, conheci uma de vós.
Na Alemanha, vive uma portuguesa chamada Paula M., que lê a Casa Claridade todos os dias.

A Paula veio a Portugal por uns dias, e escreveu-me. Combinámos encontrar-nos.

Fiquei encantada. É um privilégio ter leitoras tão bonitas e especiais. E um super luxo receber abraços tão sentidos e afectuosos.

A Paula M. trouxe-me um pacotinho lindo cheio de presentes. Incenso de sândalo, óleo essencial de alfazema, chocolates numa caixa encantadora, uma máscara de chocolate e um duende tão giiiiiro para tomar conta da minha floresta. Adorei tudo!! Obrigada.

Mas o presente que mais gostei foi ter-te conhecido.
Obrigada por te teres deslocado para nos encontrarmos e obrigada por este carinho.

Despedimo-nos com um abraço de "até breve".
Porque sei que nos vamos reencontrar um dia.