Castanhas de Sintra

terça-feira, outubro 06, 2009

A Serra de Sintra tem surpresas e mistérios escondidos ao virar de cada árvore.
São muitos os que a visitam; mas poucos os que verdadeiramente a apreciam.

Acho que aquilo de que mais gosto na Serra é o facto de haver mais árvores do que pessoas.
As árvores escutam e observam-nos silenciosamente. Os seus ramos cantam baixinho ao sabor do vento. Recarregam-nos as energias, e sempre, sempre retribuem a nossa amizade.

É no meio da Natureza que por vezes encontro o meu conforto e amparo. A Mãe-Natureza é já a única mãe que tenho...

Nesta cesta estão alguns ouriços de um castanheiro que encontrei em Sintra.

Desenganem-se os que pensam que são fofinhos. Isto pica que se farta.

Mas lá que são bonitos, são (para quem não sabe, as castanhas nascem dentro dos ouriços)...

Estas castanhas foram das mais deliciosas que já provamos. Todas alegre e dolorosamente (picam, lembram-se?) colhidas por mim.

Aproveito para me antecipar às más-línguas e informar que não colhi as castanhas de propriedade privada, mas de terrenos públicos. A Serra de Sintra é muito grande e eu conheço-a bem.
Sei em que zonas da Serra existem deliciosas amoras, refrescantes pêras, figos e... mais não conto!

Resolvi transferir para outro lado o musgo que outrora decorava este prato, e decorá-lo com os ouriços.

Tentei acender as velas para a foto ficar mais bonita, mas o pavio já está muito fundo, e queimei os dedos quando tentava lá enfiar os fósforos!

Nota mental: comprar um isqueiro daqueles compriiiiiiiidos, de cozinha.


PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE LER

26 COMENTÁRIOS

  1. Quanta sensibilidade e amor. Obrigada você Hazel!!!

    ResponderEliminar
  2. Hazel.
    conheço bem as castanhas, e sei quantas espinhadas deve ter levado para colhe-las.
    mas vale a pena pois são realmente muito gostosas.
    sei como é a falta de tempo também eu o tenho menos do que gostaria.
    beijo.

    ResponderEliminar
  3. Adorei os ouriços, pois de longe são belos e parecem fofinhos, mesmo, mas sei que não são.
    Vai lá no meu blog e vê o gatinho que adotei. Você vai gostar.
    ;)

    ResponderEliminar
  4. oi Hazel! lembra de mim? pois é...voltei! e cmo suas portas estão sempres abertas, me atrevi a entrar e matar um pouco a saudade! grande beijo!

    ResponderEliminar
  5. Não me canso de dizer que seu blog é muito bom...
    Ficou ótima a nova decoração com as velas.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. A sempre linda e misteriosa Serra de Sintra...
    Esse nome sempre me encantou e mais ainda, depois de ouvir histórias mágicas sobre o lugar.

    As castanhas por aqui são tão caras que nem todo ano eu compro para o Natal.

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Que post tão bonito! Eu tb acredito que a Mãe Natureza nos devolve aquilo que lhe damos, por isso todos nós a devemos preservar e mimar!
    Beijinhos
    Silvia

    ResponderEliminar
  8. Hazel,

    Gostei muito dos ouriços. Acerca da Mãe enviei-lhe há algum tempo uma mensagem, assim como um presente virtual, mas como sou muito naba nestas lides de computador, mandei para Bruno Fehr.

    Beijinhos,

    Sara

    ResponderEliminar
  9. Oi, Hazel!

    Sobre a falta de tempo, creio que tem afetado a todos atualmente. Sobre as castanhas, agradeço por mostrar, pois aqui no Brasil, comêmo-las no Natal (eu não gosto...)mas jamais havia visto os tais ouriços que as envolve!
    Sobre arvores e plantas e natureza, são minha real fonte de energia vital!! Rios e pedras também!!! Gostaria de viver mais próximo de mato e matas...
    Beijins!

    ResponderEliminar
  10. Essas castanhas ficam divinas na farofa do peru de natal, e como enfeite ficam "magnificas", segundo o Neco, meu filhinho !
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Que diferente, nunca vi destas castanhas, sao bem ourisadas mesmo rs, tudo bem Hazel o que vale e a intençao, um abraço!

    ResponderEliminar
  12. Oi, Hazel!
    Bela imagem essa que trazes.
    Nunca tinha visto a "embalagem" dessa castanha.
    A Andrea já falou... aqui no Brasil as castanhas são vendidas fora do ouriço...Temos outros tipos de castanhas por aqui, também muito gostosas.
    Quanto aos fósforos, tente usar aqueles de palitos longo...acho que encontras em casas de equipámentos para lareira. Aqui no sul do Brasil, usamos muito.
    Beijos, Sônia Maris

    ResponderEliminar
  13. Hazel, tb curto ver as "esculturas" da natureza.
    Sintra me parece um lugar delicioso, aparece muito no Eça.
    beijos.

    ResponderEliminar
  14. Hazel,
    Tanto eu poderia dizer do quanto este blog é inspirador... :)
    Admito que já li e reli, espreitei todos os cantinhos, bebi muito chá com biscoitos. Até já aconteceu ficar por aqui um dia inteiro, ouvindo alegre e suavemente as suas lindas melodias. Obrigada eu.

    P.S. De tão inspirada que ando até já apareceram na minha sala umas bolotas vindas de Monsanto!

    Beijos mágicos, querida Hazel.

    ResponderEliminar
  15. Hazel,

    viste nos comentários anteriores q descobri q Hazel significa castanheira? E já gostas tanto dela!!!

    Ficou lindo o arranjo!

    Bênçãos!

    ResponderEliminar
  16. Oi Hazel, fazia tempo que estava devendo uma visitinha e me encantei com teu espaço mágico. LINDOOOO!!
    Também adoro a natureza e me sinto tão bem quando em contato com ela.
    Beijos enormes

    ResponderEliminar
  17. Querida Bruxinhaaa

    ja cheguei em Portugal e sabes onde é a minha morada??? Sintra !!!
    Como te disse antes eu não conhecia nada aqui... e simplesmente amei... é tudo muito lindo!!!
    se quiser me visitar aqui terei enorme prazer...
    bjus
    Samira

    ResponderEliminar
  18. Reyel:

    Vi sim, amiga! Desculpa não ter dito nada. Não tenho conseguido responder aos comentários todos atempadamente.

    Na realidade, a palavra castanha, em inglês, diz-se chestnut.

    Hazel significa avelã.
    Sempre soube da tradução literária do nome; aquilo que não sabia era o significado para além disso.
    E o motivo pelo qual é o meu nome... espiritual e "bloguístico"!
    ;)

    Obrigada pela tua presença!

    Beijos mágicos

    ResponderEliminar
  19. Sara Adalgisa:

    Não recebi nenhum email e já confirmei com o Bruno Fehr, que também não recebeu.

    Posso pedir-lhe que o reenvie?
    O meu email: witchyhazel@gmail.com

    Abraço

    ResponderEliminar
  20. Samy:

    Olha só que sortuda, foste logo parar a uma terra tão mágica.
    Sintra é património mundial, amiga.

    Gratíssima pelo convite. Temos que combinar isso, sim!

    Beijos e todas as felicidades do mundo!

    ResponderEliminar
  21. Adorei o centro de mesa que fizeste! Está lindo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Hazel
    no Brasil não é costumo comer castanhas Portuguesas. Aqui na minha região então ! Acho que o pessoal so sabe usá-las para decorar, enfeitar a mesa do Natal. Quando eu morava ainda na França, eu provei por 2 vezes um bolo feito com elas. A massa não continha farinha, ela era feita com a massa da castanha + leite + açucar + ovos (e outras coisas que nem sei). O bolo vinha coberto por chocolate. Formas os melhores bolos que eu ja comi na minha vida !

    beijos

    ResponderEliminar
  23. Tb adoro decoração!
    Ficou lindo este arranjo com os ouriços, que apesar de picarem tanto dão um bonito efeito na decoração.
    Gostei mt do seu blog.
    Beijinhos
    Júlia

    ResponderEliminar
  24. Estou adorando seu blog. Quanto as castanhas, são de fato deliciosas. Moro no sul do Brasil. Tenho uma arvore desta castanha no meu quintal. Feito farofa, afff nem me fale, que delícia!! Beijo
    Rosangela
    http://mulheres-que-pintam-e-bordam.blogspot.com

    ResponderEliminar
  25. Hazel,
    Encontrei o seu blog por menção no blog da Busy Woman acerca do post dos medicamentos na nossa mesa de cabeceira e desde aí tenho vindo a devorá-lo literalmente. Não consigo deixar de ler e de me inspirar na sua forma de ver (e viver) a vida. Tanto que ontem à noite resgatei uma plantinha num vaso à beira do caixote do lixo! E eu acho que não consigo mantê-las vivas na minha casa, mas não resisti ao apelo dela. Agora encontro-me com o problema de saber o que fazer para a "recuperar" :(
    No entanto o meu comentário era só para (re)lembrar de um fio de esparguete como um óptimo "fósforo" para essas velinhas "fundas" ;) Li algures e ficou-me na ideia. Ao ler este post, invejo (de forma saudável) a zona onde vive: Sintra é linda e conhecendo-se tem cantinhos que além de maravilhosos ainda presenteiam quem lá vive com castanhas ainda nos seus ouriços!! Ah, que maravilha!! Parabéns e obrigada pela partilha!
    Peço desculpa pelo "testamento"... Não resisti a comentei e acabei a tagarelar... :$

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário ♥