12/04/2010

Plantas da inveja

Espada-de-São-Jorge, comigo-ninguém-pode, arruda, alecrim, guiné, pimenteira...
Eis as plantas mais conhecidas pelas suas capacidades de protecção contra as más energias.

Diz-se que quando se recebe visitas invejosas, a comigo-ninguém-pode chora, a pimenteira seca, a arruda murcha...

Também já ouvi que "dá azar ter espadas-de-São-Jorge dentro de casa"- não é verdade.

Não posso confirmar a veracidade do efeito mortífero das visitas invejosas nas plantas. Semelhante fenómeno ainda não aconteceu às minhas plantas. Não quero com isto dizer que sejam crendices sem fundamento.

Talvez as minhas plantas se tenham mantido a salvo porque apenas convido para a minha casa pessoas que nos queiram bem; não só salvo as plantas, como a nós mesmos, hã?

Resgatei esta comigo-ninguém-pode do lixo ontem.
Já lhe dei os meus "primeiros-socorros", para ficar apresentável para a fotografia. :)
Provavelmente, foi atirada para o lixo porque alguém achou que tinha ficado "contaminada" por alguma visita invejosa. Ou porque está feia.

Caros leitores, não cometam este erro. As plantas são seres vivos, parte integrante da Natureza, e merecem o nosso respeito.

Todas as plantas trabalham a nosso favor.
Graças a elas, temos oxigénio para respirar. As plantas purificam-nos o ar, filtram as más energias, protegem-nos dos campos electromagnéticos, embelezam-nos as casas e os jardins, curam as nossas doenças (sabia que a aspirina é produzida a partir da casca do salgueiro?), enriquecem os nossos cozinhados... basta conhecê-las.

É um crime deitá-las para o lixo.

A minha floresta particular vai aumentando, e a todas dou as boas-vindas.
São as minhas grandes e fiéis companheiras, guardiãs silenciosas, amigas de verdade.

Espero que este post sirva para salvar muitas plantas que estavam a um passo do contentor do lixo, aí pelo mundo fora.

34 comentários:

Sissamar disse...

E essa planta qd saudável é tão bonita! A minha mãe tem uma há anos e volta e meia corta-a ao meio pq ela chega ao tecto e acaba por caír e partir-se se não o fizer. Mas com a parte cortada, volta a pôr em água até criar raís e aí está uma nova plantinha. A outra continua no seu crescimento normal, com folhas enormes até bater no tecto novamente ou cair com o peso!
Eu já tive uma, mas morreu..... estava linda, verdinha que dava vontade de fazer uma saladinha, mas qd mudei para esta casa começou a ficar amarela, murcha e por muitos cuidados que tivesse com ela acabou mesmo por morrer. Mas acho que teve mais a haver com a mudança. Qd morava no apartamento estava ao lado da janela da sala que recebia sol o dia todo e mesmo qd saía de casa não precisava de baixar o estor, mas aqui numa moradia, qd uma pessoa sai tem de deixar tudo aferrolhado... na altura que a tinha trabalhava, portanto só via luz (do candeeiro) á noite! Portanto nunca mais consegui ter plantas dentro de casa por causa disso mesmo e tb por causa de uma senhora dona gata que adora esgravatar a terra e "rega-la" e de vez em quando tb lhes deixava uns presentinhos pendurados nos ramos....Agora plantas só mesmo lá fora aqui dentro desisti!
Beijinhos e obrigada por mais este ensinamento!
Silvia

Rosana disse...

Bom dia amiga algumas ja conhecia outras não e uma em expecial com outra finalidade.
A espada de São Jorge quando era criança aprontava muito ai minha batia com ela doi pra caramba e fica toda desfiada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Tenha uma otima e abençoada semana
bjs

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

É como colocar um amigo ainda vivo mas a precisar de cuidados na rua. Há pessoas que só deviam ter em casa plantas de plástico ... hihihi

Ella disse...

Oi Hazel...
Tenho dois vasos de comigo ninguem pode (diferentes um do outro)tenho também dois vasos de espadas ( uma verde e outra verde com bordas amarelas) e essa semana fui presentada com flores muito perfumadas por sinal. Nem sabia que espadas floria, foi novidade para mim. Nao sei se as espadas todas verdes floriem também,mas as com bordas amarelas são um encanto com flores que ao anoitecer perfuma toda casa. É a magia da natureza!!!
Beijos com perfume de espadas para você...
EDNA

Lenita disse...

Hazel, não diria que as pimenteiras secam porque entraram em contato com pessoas invejosas.
Acredito que pessoas com muita negatividade, e que venham a nossa casa, provocam a "morte" das pimenteiras...
è mais um sinal de alerta.
Talvez possamos ajudar àquela pessoa...
Bjs

Luciana Penido disse...

Crendice ou não, acredito que algumas plantas podem "barrar" energias.Vamos cuidar de todas as plantas independente quais sejam elas!!

Cora disse...

OLá amiga Hazel, eu sou amante da natureza, quero também ser protetora assim como vc...!
Nós fechamos os olhos para as coisas e creio que tenhamos fechado por muito tempo os olhos para esta mãe tão generosa, é hora de acordar!
Que bom que existem pessoas como vc, seguirei seu exemplo...!

Um bj, carinhoso, Cora!

Anónimo disse...

Olá Hazel! Ainda bem que há pessoas como voçê que respeitam acima de tudo a natureza, por isso é que é abençoda por Deus. Obrigado,estou a seguir o seu concelho e estou atenta ao lixo!!! beijos Lídia

Maria José disse...

Olá Hazel!
Estive uns dias sem vir ao blog e já estava com saudades. Acho bonito da tua parte sensibilizares os que te leêm para a importância das plantas... é que ás vezes eu desanimo, eu explico: Este ano decidi dar um arranjinho na minha casa,comecei pela sala, pus cortinados, tapetes novos, mudei a cor e o resultado foi muito bom. Com pouco dinheiro e algum gosto- passo a modéstia- acho que ficou bem bonitinho. Todos gostam e dão os parabéns, mas acontece que nestes últimos tempos, a seguir a ter visitas em casa não há planta que se aguente, ou fica amarela ou parece que "apodrece" assim de repente... começo a desanimar em ter plantas, sempre achei que não tinham luz suficiente ou eu as regava demais... mas depois do que tem acontecido acho mesmo que alguém deve andar a cobiçar a minha casinha e quem paga as favas são as plantinhas.
(isto é mais um desabafo do que um comentário, mas ao ler o post de hoje pensei: haaahh não vou desistir de ter plantas, mesmo que não estejam tão bonitas como eu gostaria).
Beijinho

Daniele O disse...

Oi HAZEL! Admiro por demais seus pensamentos e palavras, és a luz na escuridão do tempo, és um encanto no canto dos pássaros, és suave como o vento e forte como a tempestade, gosto de ti, e rogo ao infinito tua felicidade. Bjs!
Ser Estranho Ser!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

É um crime jogar fora uma planta ainda viva... e se ela esta nessa situação é porque foi negligenciada, mau cuidada.

Um pecado. Ainda bem que vc salvou esta planta.

Realmente existem pessoas negativas energeticamente. E muito negativas.
Mas uma planta tratada com bastante amor acredito eu que tenha uma couraça de boa energia pra protegê-la. Pelo menos é minha opinião.

Já vi planta que morreu e a dona falava :ah foi fulana q matou pq tava "carregada". E na verdade a planta tinha morrido...de sede!

Bjos, uma ótima semana.

mãe rã disse...

Quando me mudei para esta casa estava uma arruda num vaso junto á porta de entrada quase seca, depois os meus cães estragaram-na mais um bocadinho :( e agora está a recuperar energias na varanda (hospital vegetal) e está quase prontinha para voltar para "casa".

Fabiano Mayrink disse...

Bom dia Hazel! Concordo com vc, as plantas enriquecem todas as areas de remedios a comidas, passando pela ornamentaçao!!

antes de conhecer seu blog ja me dava por cuidar das plantinhas e resgatei poucas, lembro que quando estava na casa de minha avó viajando, a alguns anos, tinha um bulbo de uma flor jogada na areia no quintal da casa dela, estava quase sem vida, adormecida, a trouxe para casa e depois de alguns meses ficou linda e toda formosa!

mais nunca tinha pego plantas na rua, ai depois que conheci seu blog ja resgatei 3 da rua, inclusive uma dessa ai que estava so com um pedaço do tronco jogado no chao, uma outra peguei bicho de pé na mão rs mais hj ela esta bonita, um abraço!

Pimenta disse...

Hazel, vou lhe contar.
Eu tinha um pé de alecrim,lindo enorme, de muitos anos.
Uma noite, meu marido resolveu convidar uns amigos para um churrasco,pois ficaríamos no brasil por pouco tempo, então ele chamou a todos e fez o tal churrasco.
A planta, linda, usada para temperar carne de frango e fazer mistura italiana e defumação, ficava na porta da minha cozinha.
No dia seguinte, estava seca, até o miolo!
Impossível!Ela estava boa um dia antes, eu cortei galhinhos!Como pôde?Desde então acredito piamente.
Eu sempre adoto uma planta como curadora,e são sempre essas que sofrem a má influência,coitadas,e não precisam ser as clássicas, mas as que você adora.
Tadinhas.

Lidineide A. S. disse...

Mais uma planta salva pela Super Hazel...ah!ah!ah!ah!ah!ah!...
Tenho uma "comigo-ninguém-pode"no meu local de trabalho.
Certo dia, entrei no mercado e uma planta sorriu para mim. Fui vê-la de perto e era ela. Suas folhas estavam amassadas e quebradas, mas foi amor a primeira vista.
Era de noite, mas trouxe-a ao meu local de trabalho e achei um lugar super aconchegante para ela, na frente da minha mesa, do lado esquerdo.
Isso ocorreu no início de março deste ano. Hoje nasceram muitas folhas, e as folhas quebradas estão escondidas pelas novas. Minha querida amiga está vistosa, frondosa e feliz no local onde a coloquei...entre computadores e impressoras, mas a meu lado.
Durante o dia, trocamos vários olhares e, muitas vezes, trocamos palavras também, às vezes apenas em pensamento.
E assim vamos seguindo, uma tornando a vida da outra mais agradável e feliz, afinal, naquele corpo físico de planta, mora uma essência inefável que nada pede para continuar existindo. Me toca apenas lhe dar alimento (água, terra, carinho)...
Um beijo no coração.

Flora Maria disse...

Creio sim, nas plantas poderosas, mas acredito mais na força interior que nós temos.

Obrigada pelas visitas e histórias...

Beijo

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Hazel vc é uma Fada muito linda e dedicada! Que vc receba muitas bênçãos dos elementais na sua vida.
Beijinhos.

Flores e Luz.

sandra disse...

Hazel, criatura maravilhosa que cuida da natureza.Acredito que na sua casa existão até passaros e borboletas, gnomos e fadas com tão boas energias circulando pelo ar. Beijos.

LU http//:minha-distraçao.blogspot.com/ disse...

oi Hazel,tenho certeza que com seus cuidados logo ela vai estar linda e forte tem mãos de fada,uma linda semana ,um beijo para você e para o L

Emily disse...

Oi, adoro seu jeito de viver , tenho depressao e queria muito mudar isso, o que vc diz sobre depressao? Bjs

Deusa disse...

Oi linda

Hazel eu nem te conto...(sabe quando alguém vai te contar uma fofoca)..rsrsrsrs.Estou fazendo um sorteio muito simples por sinal de uma pimenteira artificial,claro que em um pais tão grande quanto o Brasil,não tinha como mandar para o ganhador uma plantinha viva.Bom expliquei sobre o mesmo tema que voçê neste post.....olha...tem um anônimo que acabou comigo...sabe a malhação do Judas?foi a malhação da Deusa...rsrsrsrs.Hoje estou com um jeito desagradavel de escrever...rsrsrsrs,parece aquelas velhas fofoqueiras...rsrsrs,e não sou uma nem outra.
Bom.....fiquei tão triste que resolvi sumir um pouco....aguentei 6 horas e me deu saudades.Que se dane o anônimo.
Beijim
Deusa
vasinhos coloridos.

Hazel disse...

Emily:

A depressão é como um véu que nos cobre, e impede de ver a beleza do mundo. É como uma amnésia que nos faz esquecer da alegria de viver.

Não sou médica, porém aquilo que sugiro é que mudes os teus hábitos. Que te vejas como a tua melhor amiga. Que gostes de ti mesma. Isso é a base para tudo. Se não gostarmos de nós, não conseguimos ajustar-nos no mundo. Não estamos bem em lugar nenhum.

Existe um truque antigo, que é assim: Todos os dias olha-te no espelho, e diz "eu sou fantástica!". Todos os dias, sem falhar. Com convicção e um sorriso a acompanhar. E a depressão há-de acabar por se fartar e o véu há-de acabar por voar com uma rajada de vento. :))

Beijos mágicos

Hazel disse...

Deusa:

Não te aborreças com os anónimos. Todos os blogues, mais tarde ou mais cedo, acabam sempre por receber um ou outro comentário menos simpático. Apaga, e segue caminho, amiga.

Beijos

Cin disse...

Hi, eu tenho dois alecrins na cozinha, e um sempre murcha, nao sei por que. Fiquei encucada agora! rs...
Pensei em voce, estou lendo "Os Maias" e agora estou morrendo de vontade de visitar Portugal! :D

bjs

Fernanda disse...

Nunca tive nenhuma planta dessas contra a inveja; um destes dias hei-de arranjar uma. Mal não faz, não é?!

Em@ disse...

Hazel:
ja tinha um comentário quase terminado e fugiu...
um dia destes faço um post sobre os meus 2 "jardins". já fiz sobre o meu pátio que podes espreitar aqui http://emapretoebrancoouacores.blogspot.com/search/label/p%C3%A1tio ,são 2 pormenores, falta o resto.

agora uma pergunta: essa planta "comigo ninguém pode" qual é o nome científico dela?
dienffenbachia (acho que se escreve assim)? é que se for, cuidado, porque é extremamente venenosa.Faz uma pesquisa na net e certifica-te.preigosíssima para crianças e animais.
...
quanto à depressão,e apesar da pergunta não me ser dirigida, acho que devo alertar pra o seguinte: por ser uma doença séria, para além da necessária elevação da auto-estima não se pode pôr de lado o tratamento médico, porque normalmente esta é acompanhada de um desiquilíbrio bio-químico que tem que ser resolvido. A depressão não pode ser tratada como uma simples constipação :( . infelizmente.é muito mais s+eria do que isso.
....agora precisava de uma ajudinha. eu não consigo ter uma hera de jeito. já comprei várias , mas acabam por morrer e não percebo porquê.podes esclarecer-me. eu vejo heras em tudo quanto é sítio e viçosas e grandes. as minhas sigo as instruções à risca e morrem.A hera é para o exterior.
beijinho e obrigada.

Talma disse...

Ah Hazel, lembrei tanto de vc, ante-ontem. Estava indo a um mercado com o marido, quando nos deparamos com um vaso enoooorme, quebrado e suas plantas lindas ( uma bela suculenta enorme) deitadas ao chão.
Já é a segunda vez que passamos e vimos a mesma situação. O prédio que "abriga" esses vasos, me parece que é a Delegacia de Polícia Civil daqui.
Não aguentei o descaso e deixei um bilhete.
Na próxima semana, se a planta ainda estiver ao chão, vou resgatá-la - e ai de quem tentar me impedir!
Bjs querida!

Hazel disse...

Talma:

Super-agente-Talma!
Qualquer coisa, fala que és amiga da Hazel, que o caso fica resolvido! Kakakakak!

Hazel disse...

Ema:

Ah... já fui lá cuscar! O conjunto está tão bonito e os ângulos tão bem enquadrados, que parecem fotos de revista. Nota 10! :))
Também tens clorofitos! :)

O nome científico da comigo-ninguém-pode é dieffenbachia maculata.
É verdade que é altamente tóxica. A sua seiva, em contacto com a vista, pode causar graves lesões na córnea e, se ingerida, pode causar até a morte.

Cá em casa, todos têm conhecimento disso, e não deixo que ninguém lhe toque. Sou a única pessoa que mexe nesta planta.

Sobre a depressão. Existem vários níveis de depressão, nem todas são iguais, ou, digamos, com a mesma intensidade.
O ser humano tem a capacidade de auto-cura, só não sabe usá-la. Pelo menos, a maior parte das pessoas.
Mas isto é assunto que daria um post inteiro... :))

Quanto à hera, aqui vão algumas indicações de cultivo genéricas (para as principais variedades):

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, bem drenado, enriquecido com matéria orgânica e regado periodicamente. A hera aprecia a humidade mas não suporta solos encharcados.

Sugiro que compres hera num bom viveiro (não recomendo que compres em supermercados). Posso aconselhar-te a Quinta da Eira, na estrada a caminho de Sintra. Têm boas plantas, muito saudáveis e muita diversidade.

Em@ disse...

Hazel:
obrigada por teres gostado dos 2 cantos do meu pátio interior.
os clorofitos que viste naquela fotografia já não existem...com o 1º temporal os vasos partiram-se e ficaram irrecuperáveis, pois ca
iram se um sítio alto - é melhor nem falar nisso. tu hás-de gostar do meu jardim aéreo, mas só faço o post lá mais para a frente...ainda não está composto, pois a maioria das coisas estão guardadas.

a hera está a morrer... eu não compro plantas em supermercados e não percebo a razão porque as heras morrem (sigo as instrções direitinhas), acho que vou arranjar uma mais bravia ou então desisto da hera.
...
quanto à depressão, é um assunto demasiado sério para ser tratado de ânimo leve.Não confundamos depressão com melancolia. eu já perdi duas amigas e uma delas porque deixou o tratamento convencional para se tratar na clínica do Dr Collucci(ele já morreu) e ela também, antes dele e por ter cometido suicídio no iníio dos anos 80.O Dr Collucci era muito conhecido, na medicina naturalista.Bom, deixemos isto.
beijo e obrigada pelas dicas para a hera.

adal disse...

oi tudo bem sou novo aqui e gosto muito de plantas desde criança tenho muitas de variados tipos vindas de tias q se mudaram ou morreram da minha falecida mãe e outras que eu pego nas ruas rsrsrsr que são as melhores mas em fim estou com uma planta que eu achei no lixo também e não tive coragem de deixa-la gostaria de saber como posto uma foto dela aki para saber o tipo e quais cuidados sem esquecer de elogiar o seu feito.

Anónimo disse...

olá,estou com um problema,faz duas semanas que comprei uma pimenteira,escolhi a pimenteira mais linda,no entanto levei-a pra casa. coloquei na minha mesa da cozinha,só que com o passar dos dias as folhas dela começaram a ficar amareladas e a murchar.o que devo fazer pra salvar minha plantinha? o que isso significa?
desde já agradeço uma ótima tarde!

carla disse...

Olá boa tarde, agradeço se alguém me puder dizer onde posso comprar uma comigo ninguém pode e uma espada de são jorge, onde vivo não consigo encontrar, e na net também não, serã que alguem me pode dar uma ajudinha.
obrigado

Marcio Duarte disse...

hazel alguem comentou comigo que na verdade são as plantas que nos escolhem ....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...