O silêncio é o guardião da paz de espírito.

terça-feira, setembro 03, 2013


Ontem, durante algumas horas, fechei as janelas todas, desliguei a música e o maior número possível de aparelhos eléctricos. E deixei-me ficar a escutar o Silêncio.

Bebi-o como quem deixa escorregar pela garganta um néctar macio feito de frutas que maturaram um Verão inteiro sob os raios dourados do Sol. Alimentei-me dele como um manjar dos Deuses. A minha alma foi nutrida deste vazio de sons, este deserto sonoro.

Escutei a minha própria respiração que, gradualmente, abrandou, assim como o bater do meu coração. O silêncio é branco, luminoso, leve, fresco, suave e inodoro.
Estou tão enamorada dele que hoje quero vê-lo de novo. Que os seus braços me abracem sem me prender e a sua voz fale comigo num sussurro mágico. Silenciosamente tua.

Shhhhh....,

Hazel

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE LER

5 COMENTÁRIOS

  1. Ah, o silêncio... o nosso mais precioso bem! Que a paz do silêncio a envolva sempre!

    ResponderEliminar
  2. Apenas o som do vento estou a ouvir. Quietos!!!

    ResponderEliminar
  3. E sabe tãoooo bem!

    Beijos silenciosos
    Ana Guedes

    ResponderEliminar
  4. Adoro se blog... passa uma serenidade... :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário ♥