Sagrado Feminino - As Mulheres que me Acompanharam

quarta-feira, junho 03, 2015

Agradeço publicamente às maravilhosas mulheres que me acompanharam ao longo do último mês, celebrando o Sagrado Feminino.

Deixo aqui a minha homenagem a todas vós, partilhando um pouco de cada uma e daquilo que esta experiência vos trouxe:

 
Heloísa de Mesquita Inoue
Goiânia, Brasil

"O sagrado feminino despertou a esperança e trouxe de volta o que há de melhor em mim, o meu olhar terno e sereno, ou seja, trouxe de volta a mulher que dormia em mim!"













Sara
Porto, Portugal

"O que me fica deste mês é a sensação de liberdade! Ser mulher e sentir-me mais mulher é também sentir-me livre! Livre de roupa e livre de preconceitos, leve e fresca como este maravilhoso mês de Maio. Obrigada, Hazel, por mais este desafio que partilhei contigo!"










Rita C.
Carcavelos, Portugal


"Para mim este Sagrado Feminino foi um regresso à minha Mónada..."












Rosa Araújo
Almeirim, Portugal

"Considero-me uma pessoa feminina por natureza e de bem comigo mesma, mas muitas vezes acabo por vestir a 1ª coisa que me aparece na frente, o que ao longo deste mês não aconteceu e dei por mim a prestar mais atenção ao meu corpo. Tal como a Hazel, este ano senti-me a celebrar o meu aniversário prolongadamente. Os 50 são um marco importante, por isso valeu a pena!"








Diana Araújo
Norwich, UK

"Maio - mês que me levou a casa, a Portugal. Por entre surpresas, fadas e flores, iniciei esta celebração com a minha mãe. Há um mundo único e mágico das mulheres, que nos une e fortifica, que nos dá asas e lugares seguros."










Lénia Carlos
Cascais, Portugal

"Com esta experiência descobri que se quero, consigo. Por isso basta querer! Estes 31 dias foram vividos com muito entusiasmo, disciplina e em comunidade com as outras mulheres. Descoberta: tenho muitas saias e vestidos que não usava. Adorei!"








Lieve Tobback
Lousã, Portugal

"Em 2010, acompanhava a Casa Claridade à distância. Lembro-me tão bem das invenções dos visuais diários, esperava todos os dias pela fotografia. Este projecto de vestidos e saias, esta celebração do feminino inspirou-me na altura. Soltou algo em mim. Comecei a ver-me como a mulher que sou. E comecei a usar vestidos e saias.

Este mês de Maio decidi entrar no desafio proposto. Ainda estou a reflectir sobre e a digerir este mês que passou. Foi um mês intenso. De descobertas. Lindo. O facto de fotografar-me todos os dias e publicar esta fotografia, fez-me pensar no que vestir em vez de "enfiar o trapinho que estivesse mais à mão".
Também não houve pijamadays este mês, hehehe. Cuidei mais de mim, olhei mais para mim. Acho que nunca me olhei tanto ao espelho! Fiquei mais "vaidosa" ao longo deste mês e continuo a pensar em formas diferentes de combinar os vestidos e saias que tenho. Aprendi a sair da minha concha e assumir-me, como mulher e como pessoa. Sinto-me mais segura de mim, sinto-me mais bonita. Esta minha caminhada ainda tem muito por onde andar mas sinto que resgatei o meu ser, o meu sagrado feminino. Grata, por tudo."


Missão cumprida!

Em conjunto, resgatámos o Sagrado Feminino, a união entre mulheres, a amizade, o respeito, a confiança, a individualidade de cada uma. Obrigada a todas, do fundo do coração!

Em profunda gratidão,
Hazel

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE LER

0 COMENTÁRIOS

Obrigada pelo seu comentário ♥