Avançar para o conteúdo principal

Livros, baús antigos... outro tesouro!


Foi num Domingo feio e cinzento, há cerca de uma semana. Nem sequer tínhamos planos de sair.

Mas, lá acabámos por ir passear, e, por pura e enorme Sorte, encontrámos mais um tesouro.

Foram mais de 120 livros, que recuperei do "lixus".

Alguns deles, centenários.






Com muita paciência e carinho, limpei um por um, organizei, separei por assuntos...

Sabem como gosto de livros... podem imaginar que essa tarefa não me custou absolutamente nada.

A cozinha é sempre o centro destas operações.

Todos os livros foram manuseados com o devido respeito, mas, infelizmente, a nossa estante já está sobrelotada, pelo que concluí que não posso ficar com todos.

Depois de passar a estante a pente fino, escolhi estes livros, que vou doar à Biblioteca Municipal.

Não estou com pena.

Pelo contrário, fiquei contente, pois é uma forma de preservar os livros, e entregá-los a uma entidade que irá armazená-los e tratar deles com a dignidade que merecem.

Eis o grande segredo...: Sempre que acho alguma coisa, faço com que mais alguém receba um pouco do que recebi.

E, quanto mais dou... mais encontro. Acreditem, se quiserem. Este segredo é simples, mas poderoso. Deitar fora... jamais!
Pensam que a história acaba aqui?! Não... ainda só começámos.

Juntamente com os livros, achei este baú antigo. Está maltratado, mas não resisti à sua beleza antiga.

Não me lembrei sequer de abri-lo, acreditam?

Colocámo-lo no carro sem saber o seu conteúdo. Agora, parece uma coisa óbvia, mas, no momento, ficámos tão encantados com o seu aspecto de baú dos piratas, que nem nos ocorreu que tanto poderia conter um tesouro, como alguma coisa horrível.

Mas, como as pessoas bem-intencionadas geralmente têm sorte, o seu conteúdo era, essencialmente... bonecas.

Estavam muito degradadas, já mesmo em decomposição. Não tinham recuperação possível, por isso, coloquei-as num ecoponto. Mesmo assim, deixei-as sentadas no chão; não tive coragem de deitá-las lá para dentro.

Contudo, este boneco, apesar de muito velho, de ter a cabeça partida e os olhos tortos, não queria ficar com as bonecas. Quis vir comigo!

Está também na cozinha, à espera de uma limpeza delicada e minuciosa.

Uma destas noites, quando fui beber água - já me tinha esquecido que o tinha - vi aqueles olhos... e aquela cara... assustei-me! BU!

De dia tem um ar simpático, mas, à noite, assemelha-se-me algo sinistro. Se calhar, é porque não estou ainda habituada a ele.


Além da bonecada, havia este pequeno baú dentro do grande.

Foi a descoberta de que mais gostei.

Digam lá... não é lindo??


Outra perspectiva.

Olho para ele e faz-me sonhar...

Finalmente, o sítio perfeito para guardar os meus brincos!
Até o interior é bonito.

Mas... estou triste. Ele está cheio de bicho da madeira, assim como o baú grande.

E agora, o que faço?

São centenas e centenas de buraquinhos.

Se coloco no nosso quarto, arrisco-me a contaminar o resto da mobília.

Aqui está uma ampliação do que o bicho faz à madeira.

Será que trouxe uma fonte de problemas para casa?

Será que se colocar ao Sol, se resolve por si mesmo?, E Sol, que é dele?

Aceito conselhos, sugestões, dicas...

Apesar da questão do bicho... foi um grande achado!!
Cronista, Viajante no Tempo, Terapeuta, Taróloga, Tradutora, Professora.

Comentários

  1. Os teus tesouros são lindos. O baú pequeno é uma delícia.
    Quanto a estes tesouros tenho uma questão (eu tenho sempre muitas dúvidas (risos))!
    Sempre ouvi dizer que devíamos ter muito cuidado com os objectos em segunda mão, pois eles trazem energias agarradas, histórias que não conhecemos. Acredito que fazes uma limpeza aos objectos (energética além da física), mas nunca te aconteceu ter de deitas "fora" algo por a sua energia não se adequar à tua casa?

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Adorei os achados, verdadeiros tesouros mesmo! Olha, uma dica pra acabar com os bichinhos é pegar uma seringa e injetar querosene na madeira e deixar por vários dias ao sol. Existem também alguns venenos próprios para acabar com os cupins, mas tanto para um caso quanto para outro, acho que vc vai ter que remover o forro xadrez, é de tecido, né? Porque senão não tem como liquidar com todos os bichinhos.

    beijos e feliz 2009!

    ResponderEliminar
  3. Hazel, que belos achados...amei o bau grande...o pequeno tambem é super mimoso...
    A claudia ja deu a dica. é importante tirar o forro de tecido e injetar em todos os buraquinhos.
    o nome desses bichinhos é cupim. nao sei se ai tambem se usa o mesmo nome.
    Existem uns cupinicidas prontos que tambem sao eficientes, e enquanto nao acaba com eles deixa bem longe de qualquer coisa de madeira.
    beijos querida

    ResponderEliminar
  4. Recebi hoje o teu envelope, Hazel! Obrigada. A Letícia particularmente adorou, inclusive a minha cunhada, que está cá a passar uns dias, amou a bonequinha! Gostamos muitos :) !

    Concordo totalmente, Hazel, sempre que partilhamos com alguém o que temos, recebemos ainda mais. Seja por que via for. Tenho constatado isso diariamente, comigo e com aqueles que me cercam. Quem nada dá, nada recebe!

    Esses teus achados, kkkkk...se fores a uma drogaria, eles sabem como se chama a lata para limpar a madeira desses bichos. Sei que não é nada caro, e é uma lata enorme, que dura imenso, pois injectar a seringa, já vês...

    Beijinhos de boa noite.

    ResponderEliminar
  5. Olá,
    existe aqui no Brasil o GINOCUPIM um veneno para liquidar esse bichinho faminto pelos nossos móveis. Dizem que eles não gostam de cheiro de pimenta (use as pimentas em grão moidas nos buracos), não gostam de cheiro de lavanda e melhor, se tiver um freezer grande, congele os baús. Isso os matará de vez (técnica usada pelas grandes lojas).

    ResponderEliminar
  6. Ah flor linda, mas só vc mesmo para achar essas verdadeiras arcas de tesouros!! Livros, livros e mais livros, que sonho! E os baús?? Meu Deus....lindos.
    Como as meninas falaram, coloque querosene numa seringa e injete nos buracos dos cupins.
    Outra dica que a Shin Tau falou e que acho importante, é em relação à energia que vc está trazendo para dentro da sua casa.
    Para "limpar" essas energias, passe sal grosso nos objetos que puder e deixe-os ao sol, depois, limpe-os com um pano bem seco, ore agradecendo os presentes e peça permissão para usá-los.
    Beijocas e feliz ano novo!!!

    ResponderEliminar
  7. Mais uma deliciosa história para terminarmos muito bem 2008 !
    Foi muito bom encontrar você por aqui, trocar idéias e ler suas aventuras mágicas.
    Um felicíssimo 2009, com muitas alegrias e realizações é o que desejo, com muito carinho.
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Entrei pra deixar a dica pra você exterminar os cupins, mas já te deram umas idíeas, outra é colocar num freezer, assim eles morrem. Acho a do veneno a mais interessante, porque é mais prático.
    Amei seus tesouros.
    Sempre passo aqui mas não deixo recado, mas agora vou comecar a deixar.
    Sou brasileira mas moro na Noruega.
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Obrigada a todos pelas dicas.

    Vou dedicar-me a estes baús, mas não sei quando terminarei de injectar os buraquinhos todos. São centenas... Ainda gostaria de guardar os meus brincos no baú pequeno nesta encarnação.

    Mas vou entrar na batalha contra o bicho. Isso vou.

    Um obrigada especial a quem deu a dica de congelar. Essa nem me tinha ocorrido!
    Posso fazer isso com o baú pequeno, sem problemas.
    O grande é impossível.

    ResponderEliminar
  10. QUERIDA HAZEL..
    MAS QUE ACHADOS!!!
    ATE FALEI NISTO ONTEM NO MEU BLOG JA QUE NUNCA VI ALGUEM ASSIM, ACHAR TANTAS COISAS BELAS... MAS SERA PORQUE AS PESSOAS AINDA NAO APRENDERAM A OLHAR?
    ESTOU AQUI NA EUROPA SIM, SOFRENDO UM POUCO COM O FRIO...KKKKK
    MAS APROVEITANDO TUDO TAMBèM Jà QUE AQUI TUDO è DIFERENTE DO QUE VEJO TODOS OS DIAS. AS CONSTRUçOES SAO LINDAS, AS RUAS, O CèU O MAR..NàO SEI EM QUE CIDADE VIVES, MAS ANTEONTEM ESTIVE EM LISBOA, APENAS POR ALGUMAS HORAS E ACREDITE: LEMBREI-ME MUITO DE VC.
    VIM AQUI TE DESEJAR UM 2009 CHEIO DE SONHOS E REALIZAçOES.
    SAO MEUS SINCEROS VOTOS.

    ResponderEliminar
  11. Oi, Hazel. Em relação a cupins posso falar de cátedra: aqui em SP há alguns bairros que parecem um cupinzeiro gigante! Estamos na época de grandes temporais e você não faz idéia de quantas árvores chegam a tombar, porque estão roídas por cupins. Tive que fazer uma reforma recente aqui na casa, e confirmaram o que eu já pensava: cupins havias roído o madeirame do telhado, da minha casa e das outras do lado! E não é só isso: acabaram por atingir algumas portas e um dos armários. Explico porque: cupim que ataca um tipo de madeira, não ataca outro. Venho de uma família que sempre se dedicou às artes em madeira (tivemos uma indústria de móveis.
    No seu caso, entendo o quanto você gostaria de recuperar os baús, mas pense que talvez possa contaminar o que você já tem.
    Na minha casa foi fatal, pois descobrimos que a origem foi o móvel de madeira de uma máquina de costura que pertenceu a minha bisavó. Se eu fosse você, e por tudo o que já passei (e gastei) desta vez "deitaria fora" os baús.
    Bjs e boa sorte.

    ResponderEliminar
  12. Olá!
    Achei fantastica todas as coisinhas que trouxe para casa.
    Pode-se tentar recuperar o baú e a caixa se for possível.
    Concordo com a ideia de entregar os livros à B.M., um forma de os reutilizar.
    Bj

    ResponderEliminar
  13. Minha querida sobrinha, adorei os baus, eu acho que sei qual é a solução. vais à drogaria e compras coprinol penso que é esse o nome, mas fala com a senhora que ela sabe. Vai aquela drogaria junto do talho deves saber qual é.Eu penso que nãp é necessário injectar basta pincelar o bau por dentro e por fora tens é que titar o forro qu é muito natural também ter traças por baixo.
    Mudando de assunto com é que está o mais jovem da casa? come bem? muda-lhe a àgua 1 vez po semana e no verão 2.
    mil beijocas.

    ResponderEliminar
  14. Olá Shin Tau!

    Desculpa a demora em responder à tua dúvida, que já tem sido colocada mais vezes por mais leitores.

    É verdade que os objectos trazem sempre alguma carga energética.

    Normalmente, assim que lhes toco, sei logo se a energia é boa, neutra, ou má.

    Já aconteceu ter apanhado alguma coisa, e voltado a deitar fora, sim: uma vez, achei uns livros sobre alcoolismo. Trouxe para casa, mas não sentia boas energias. Já teriam, seguramente, pertencido a alguém com esse problema, e que arruinou a sua vida familiar e profissional. Senti isso tudo, e peguei nos livros e coloquei ao lado de um ecoponto. Não tinham boas energias, nem iriam atrair nada de positivo.

    Quanto às coisas que faço para "neutralizar" as energias estranhas, normalmente, limpo muito bem os objectos (lavo, ou limpo o pó, no caso dos livros), e coloco a apanhar ar e bastante Sol.

    Trato-os sempre com respeito e carinho, e, até à data, a coisa tem corrido bem.

    Obrigada por teres colocado a questão! É sempre útil, e és bem-vinda a perguntar sempre tudo o que quiseres saber.

    Beijos e bom ano!

    ResponderEliminar
  15. Hazel:

    Como alguém pode jogar fora livros? Queria eu encontrar um tesouro desses!!!!

    Bjs,

    Cris

    ResponderEliminar
  16. can you email me: mcbratz-girl@hotmail.co.uk, i have some question wanna ask you.thanks

    ResponderEliminar
  17. Trabalhei muito anos na biblioteca do município de minha cidade e encontrei muita história no "lixo" que a comunidade doava. Livros raros, fotos antigas além de algumas traças, é claro! Depois da higienização lá estão eles em arquivos e prateleiras sendo utilizados por pesquisadores, estudantes e a comunidade em geral.

    ResponderEliminar
  18. olá hazel.adorei yudo oque vi até agora.
    mas nada disto teria metade da dimençao se nao fosse publicado por uma pessoa com uma sencibilidade extra,qualquer coisa de espetacular,que nao se adquire mas que nasceu consigo.
    nunca vi nada assim na net, nada, nada estou asaltitar de um poste para o outro e nao sei dizer qual o que me agrada mais.estou de boca aberta com toda essa capacidade beijinho e continue por favooooooor

    ResponderEliminar
  19. Boa sorte com seus achados! Quanto ao boneco vocë mesma já sentiu a energia que dele emana e percebeu sua vibração real. Minhas filhas tinham algumas bonecas assim, a noite mostravam-se. Embora tivesse feito várias limpezas, estas não foram suficientes e terminei por me livrar de tais bonecas. Não tera feito o mesmo o antigo dono? Bjs e boa sorte

    ResponderEliminar
  20. Seraphina Zibelina:

    Obrigada!
    O pobre boneco ficou super aliviado por tê-lo salvo dos inúmeros anos que passou cativo dentro do baú mais pequeno.

    Bem sei que o seu aspecto intimida um pouco, mas ele é um querido. ;)

    Beijos e obrigada

    ResponderEliminar
  21. Hazel.. ri muitoooooo
    vc é especial!
    o q fez com o baú?
    bj

    ResponderEliminar
  22. Nê:

    A coisa, desta vez, não acabou bem.
    Fui a uma drogaria e comprei um cupinicida.

    Em casa, passei um dia inteiro a injectá-lo com uma seringa em todos os furinhos do baú.

    Quando comecei a ler as larvas saltarem cá para fora, entrei em pânico, com medo que se infiltrassem em outro móvel meu, ou - pior! - que destruíssem os meus livros. Tenho centenas deles, e seria um prejuízo irreparável. Nem quero imaginar uma coisa dessas.

    Percebi que o baú estava bem mais deteriorado do que aparentava. Praticamente estava oco por dentro - os cupins tinham-no devorado quase todo.

    Então... fechei os olhos com força, e deitei-o para o lixo. Para evitar um mal maior.
    Custou!

    ResponderEliminar
  23. Olá,Gostei de ver estes comentarios, todos eles construtivos e com boas intenções, fiquei contente e o conselho que daria se fosse necessário seriam os mesmo, mas o que mais me admira é ter tantos seguidores, que acho notavél.....por isso parabens.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Obrigada pelo seu comentário ♥