Brinquedos antigos

segunda-feira, março 15, 2010

Quem é que se lembra deste post...?
O boneco antigo que vinha dentro do baú foi escrupulosamente limpo e esteve durante cerca de 1 ano na minha sala (é... o tempo voa!).

Mas, coitado, toda a gente tinha medo dele! Diziam que parecia assombrado.
Até que um dia peguei nele e guardei-o. Mas ele já estivera fechado durante demasiado tempo, e não era justo que voltasse a cair no esquecimento.

Então, decidi mudar o seu destino, e levá-lo para um lugar onde fosse verdadeiramente valorizado e apreciado: o Museu do Brinquedo. E lá foi!

Segundo os especialistas do Museu, ele já tem mais de 80 anos.
Está, neste momento, na oficina de restauro, para que depois encontre o seu lugar no sótão das bonecas, ou faça parte das exposições itinerantes (jamais imaginou ele, depois de tantos anos esquecido num baú, que ainda havia de passear muito!).

Deixo, desde já, o meu agradecimento público ao Museu do Brinquedo pelo carinho com que receberam o boneco.

Ofereceram-me uma visita livre e autorizaram-me a fotografar, permitindo, assim, que os leitores que me acompanham de longe apreciem os encantos dos brinquedos antigos através dos meus olhos. Muito obrigada pela gentileza, Museu do Brinquedo!


Comecei a visita no 3º andar, o sótão das bonecas, onde vi os mais lindos e encantadores brinquedos de sempre.

Vejam os fogões, o frigorífico, as loiças, as bonecas de trapos...









Esta velhota era muito engraçada.
E as panelas... ai, as panelas...












Olhem só as loiças! E o louceiro...!
Não dá vontade de ser criança de novo?

















O chá das bonecas. Todas tão giras!









Aqui, os bebés pequeninos. Tudo minúsculo e absolutamente perfeito.











Fiquei apaixonada por esta cómoda com toalha de rendas e as escovas antigas.

Os brinquedos eram feitos com uma mestria, uma perfeição...







Mobília alentejana pintada à mão. Apeteceu-me endireitar aquela vela, mas tudo está dentro de vitrines.










Casa de bonecas do séc. XVII. Antigamente, os brinquedos eram muito mais interessantes.








Bela e misteriosa.
Estava lá bem ao fundo, mas não escapou ao meu olhar.














Este rapaz que passeava o cão parecia vivo.
Um brinquedo cheio de personalidade.
















Era o meu grande sonho de infância... uma casinha de bonecas assim, cheia de pormenores.











O piquenique das bonecas. Com todos os detalhes, cheios de "frufrus" e delicadeza.













Baldes da praia e regadores em metal. Dariam belas peças de decoração vintage, não é?















Recriação de um cenário de praia.














Olhem tanta bonecada gira!
Passei uma boa meia-hora a contemplar.
Gostei muito da que estava no topo, à esquerda, com a roupa azul. Não é linda?











Bonecos alemães e franceses.
Cheios de magia...










Que máximo as bonecas-almofada com ar malandro e sorridente!

E notem a boneca de saia castanha, à direita, com as mãos sobre o peito. Tão querida.







Instrumentos musicais!









Para não dizerem que não pensei nos leitores-meninos...
Motas de lata cheias de cor e movimento. No 2º andar.







Centenas e centenas de Dinky Toys...











Esta carruagem pertenceu ao Rei D. Manuel. Foi achada dentro de uma cómoda vendida num leilão.








Carruagem com bonecos, cheia de detalhes deliciosos.










Uma boneca num triciclo.

















Eh, tanta cangalhada! Esta foi uma das vitrines que mais apreciei.
Bonecos, loiças, máquinas de costura... eu sei lá!






De tudo o que vi, esta bonequinha triste no baloiço foi a minha preferida.

Fiquei encantada com ela. Não me canso de contemplar a sua foto. Queria tê-la...!












Olhem só as loicinhas antigas, em miniatura! É uma delícia o pormenor com que eram feitas.








Novamente a pensar nos leitores-meninos: comboios!












Terminamos a visita com estes viajantes cheios de determinação que achei um encanto.






Ficaram tantas fotografias por tirar...

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE LER

44 COMENTÁRIOS

  1. NOSSA Q PESQUISA MARAVILHOSA, ADOREI!!!PARABÉNS!!!!!!!!BJOKAS!

    ResponderEliminar
  2. Magale Passinato - RS - Brasil15 de março de 2010 às 01:33

    Querida Hazel, voce me deu sorte hoje! seus poderes de bruxinha me alcançaram aqui no Brasil e voce soprou algo em meus ouvidos... heheheeh
    Vou contar-lhe:
    acontece que uma tia querida veio me pedir opiniao pois esta abrindo uma pequena pensão familiar e não sabia que nome dar ao negocio. "Quero algo auspicioso" me disse ela.
    Pois a idéia veio na velocidade de um raio: Pousada Claridade!
    Sou fã de seu blog e acho esse nome com uma energia muito boa. ainda mais que coincidentemente o nome dessa minha tia é Clair, que quer dizer luz.
    Obrigada pela ideia iluminada. E espero que não se importe de eu ter roubado (um pouquinho) do nome do seu blog para a nossa Pousada.

    Magale

    ResponderEliminar
  3. Hazel, estou encantada! Adoro brinquedos antigos e seria uma alegria imensa visitar o museu, pena que tão longe... Fico com a imagem das bonecas, das casinhas (meu sonho de menina também), especialmente das cozinhas, moveizinhos, louças... tudo tão minucioso e perfeito. Obrigada pela carona no seu passeio! Beijos

    ResponderEliminar
  4. MARAVILHOSO !!!

    Eu, que sou chegada num Museu, sonho em fazer um, com as tranqueiras que tenho guardadas.
    Fiquei impressionada com a quantidade de peças !
    Já fiquei com as idéias formigando na cabeça e pensando em convencer alguem daqui a fazer alguma coisa parecida...

    Meu filho e minha nora (os Robertos !) abriram um "Sebo", onde vendem livros, gibis, revistas, filmes, e discos de vinil. Não deixa de ser um Museu, e está atraindo a atenção das pessoas.

    ResponderEliminar
  5. nossa quanto brinquedo!! Os moveis pequeninos parecem de se usar de verdade, interessantes!

    Hazel eu ja ouvi vc dizer moveis alentejana o que sao? é algum estilo? pelo visto bem alegre, legal,

    a boneca bela e misteriosa a minha irma falou que ta parecendo a Amy Winehouse rs, me lembrou a esposa do Tim Burton, mostrou ela hoje na tv,

    abraço!

    ResponderEliminar
  6. Nossa, amei tudo!! Em especial a boneca com ares misteriosos, ela é sua cara, quanto ao seu boneco, ele era meio assustador mesmo....hauahauhaua

    ResponderEliminar
  7. Nossa Hazel...fiquei feliz de perder o sono(agora são 04:00 aqui em Sâo Paulo)...e ficar sabendo que aquele boneco de olhos tortos algo assim,ainda estava contigo.Foi na primeira excurção pelo seu blog que eu o vi.....e fico ainda mais feliz que tenha encontrado um lugar digno pra ele....uma reliquia como tantas que voçê tem.....
    Amei o museo do brinquedo...cada coisa linda...mereçem mesmo uma vitrine...hoje tudo e de plastico,tão voluvel.....
    O L. deve ter enlouquecido.....ver tantos brinquedos assim....
    Beijos
    Deusa
    vasinhos coloridos

    ResponderEliminar
  8. O post foi longo! Ainda bem.
    Porque gostei muito de conhecer este museu. Aqui no Japão também temos alguns museus assim e acho tão interessante saber como se brincava em outras épocas.

    Uma nostalgia gostosa de se curtir. E os brinquedos, de tão bem feitos, parecem enfeites.

    Eu fico feliz de visitar seu blog porque me sinto mais perto de Portugal. Gostaria muito de visitar o seu lindo país e um dia irei.

    Obrigado por levar a gente nesse passeio e por favor, nos leve sempre.
    bjos

    ResponderEliminar
  9. Olá querida! Que belas fotografias aqui nos deixas! Adorei as casinhas das bonecas, fez-me lembrar qd eu era pequena e que apesar de não ter tido nada assim parecido eu improvisava e passava tardes, ás vezes dias inteiros naquela brincadeira!
    Que bom recordar coisas que nos foram tão queridas!
    Beijinhos e obrigada por mais esta partilha!
    Silvia

    ResponderEliminar
  10. Fabiano Mayrink:

    O Alentejo é uma região a Sul de Portugal. E as mobílias típicas de lá (as tais mobílias alentejanas de que falo às vezes) são iguais às da foto, todas pintadas à mão, com flores coloridas.

    ResponderEliminar
  11. Só fui uma vez a Sintra e não tive tempo para passar no museu do brinquedo, com muita pena minha! Adoro brinquedos, especialmente os antigos, e não me canso de ouvir histórias de como se faziam carrinhos com latas de atum e tudo mais:) muito obrigada por partilhar as fotos! :D

    (e sim, o seu boneco era um bocadinho assustador:P no entanto, lindo de qualquer forma:) )

    ResponderEliminar
  12. Que post maravilhoso Hazel, uma autêntica viagem no tempo...adorei todos os pormenores e miniaturas, mas fiquei fascinada com os regadores, máquinas de costura e com as loicinhas...E a tua atitude foi louvável servindo como exemplo, pois nada se desperdiça, tudo se recupera... tinhas uma relíquia em casa, recuperada do sr. lixus e que agora vai ser admirada por muitos...
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  13. Quem diria que um boneco com ar assombroso encontrado no lixus ainda ia morar para um museu :) fantástico!

    Obrigada por partilhares as fotos do museu fiquei com o bichinho para o ir visitar.

    Beijinhos e Boa Semana

    ResponderEliminar
  14. Seguindo seu blog com a conta google e twitter.
    Lembrei de um museu português que visito online e gosto muito. O museu virtual da RTP.

    Eu esqueci de comentar. Visitei o post do boneco e achei muito legal o respeito que vc teve pelas coisas antigas. Enquanto muitos jogariam tudo fora, você procurou dar um destino melhor aos livros antigos e ao próprio boneco.

    ResponderEliminar
  15. Que maravilha!
    Adorei! Realmente os bonecos de antigamente pareciam ter vida...
    E os detalhes...um mimo!
    Adorei a mobília alentejana!
    Um sonho!
    Beijo e uma linda semana!

    ResponderEliminar
  16. Oi Hazel,

    Que delícia poder passear pelo museu através de seus olhos.
    Peças tão cheias de detalhes...e quantas histórias...
    Amei.
    Para o dia em que eu for para Portugal, com certeza este museu estará no roteiro.
    Beijo, boa semana

    ResponderEliminar
  17. Hazel, eu achei a coisa mais linda do mundo!!!
    Queria ter todos!!
    As bonecas são encantadoras e as miniaturas??! Fiquei encantada!
    Passaria o dia todo vendo toda essa maravilha no museu.

    Beijos, querida.

    ResponderEliminar
  18. Oi Hazel,
    Lindos esse brinquedos,que encanto e magia eles tem.eu guardo comigo dois brinquedos da minha infância.Mas um dia pretendo doa-los a algum museu de brinquedos daqui.
    Um belo dia e uma maravilhosa semana.

    ResponderEliminar
  19. Enlouquecedor, esse post de hoje, Hazel!
    Estou encantada, querendo muito conhecer esse museu.
    Aqui em SP também temos um nesses moldes, mas o acervo não é tão grande e variado.
    E quanto às casinhas de bonecas (sonho de todas as meninas), quando vier para cá visite, no Shopping Eldorado, a loja das Pequeninas (duas irmãs anãs).
    Tem cada casa de boneca, cada miniatura... fica-se em estado de encantamento!!
    Bj

    ResponderEliminar
  20. Também existe um Museu do brinquedo em Seia. No final do ano passado fui lá passar um fim semana e aproveitei para o visitar. Adorei. lembro-me que, na altura, pensei no real valor que se dáva aos brinquedos. Muito diferente do que vejo hoje. Eu ainda tenho muitas bonecas guardadas e lindas. Recordo-me que, depois de brincar com elas, as arrumava, com todo o cuidado, e muitas das vezes, ainda dentro da caixa oroginal para que durassem muito tempo. Ao olhar para elas sinto saudades daquele tempo maravilhoso e inocente. Foi em tudo isto que pensei ao ler o teu post: na minha infância e nos brinquedos que tanto adorava.
    Bem hajas :)

    ResponderEliminar
  21. Nossa, Hazel, quanto tempo hein!

    Saudades de vc e dos seus comentários tão queridos lá no meu cafofo...

    Adorei o post, pois adoro brinquedos e principalmente dos antiguinhos.

    Beijoca e linda semana ♥

    ResponderEliminar
  22. Já algum dia te disse k és fantástica?
    Se não disse dogo agora...
    és incrivel Hazel....
    Um xi coração
    Catarina

    ResponderEliminar
  23. Vou confessar que já tinha lido o post sobre o dia em que conheceu o boneco, e fiquei com medo dele também, fiquei pensando como a Hazel pode achar ele bonito e guardar??/
    (Um zarolho de bochecha rosa)tadinho!

    Não parei pra pensar que ele teria uma história, que um dia foi de uma criança(uma criança cuidadosa, visto que ele tem mais de 80 anos)rsrs; hoje vc me reapresenta ele com sua devida história e nova casa, e eu enxergo com outros olhos....até que é bonitinho, o zarolho!!

    Li a história do fundador do museu, deve ser um homem incrivel , destes que passamos horas a fio a conversar!!!
    Mais uma vez vc me faz parar e pensar nos detalhes de tudo!!!
    Amei o museu!!!

    Bjs....Pá.

    ResponderEliminar
  24. Nossa tanto brinquedo junto, que maravilha!
    Tenho um especial apreço pelas cozinhas, os electrodomésticos pequeninos, as louças, os tachos... tudo tão pequenino! Senti-me um pouco nostálgica, pois lembrei-me da casinha onde costumava brincar no infantário.
    Confesso que não aprecio muito as bonecas (assustam-me), e sempre que alguém me oferece uma dessas, eu entrego-as à guarda e cuidados da minha mãe, que tem muito gosto em ver o seu espólio a aumentar heheheeheh!!!
    Boa semana minha querida.
    Beiinho.

    ResponderEliminar
  25. Também já tive a oportunidade de o visitar mas confessa lá que achaste como eu que o museu é mais para nós crianças grandes do que para as crianças pequenas :) ?

    Beijo

    ResponderEliminar
  26. Uau que post espectacular, que sorte poderes ter tirado fotos, obrigada por partilhares. O boneco antigo tinha realmente uma surpresa guardada para ti, e com certeza ficará muito bem no meio de tantos amigos. Mais uma vez uma ideia fantástica que não ocorreria a muita gente. ;-)

    ResponderEliminar
  27. Olá Hazel!!!
    Que delícia de post!!! Amo bonecas, cliquei em todas as imagens só p/ poder ver de pertinho. Tô encantada!!!
    Enfim, obrigada por compartilhar algo tão singelo.
    Beijinhos.

    Flores e Luz.

    ResponderEliminar
  28. Estou aqui neste exato instante agradecendo às forças do cosmo por terem me conduzido até aqui hoje.
    Estava precisando sair fora ainda que por alguns minutos e relaxar um pouco.
    Eu ainda tenho uma boneca toda estrupiada que guardo desde menina Lembro-me que, a noite colocava um pijaminha nela e dormia abraçada com a amiguinha.
    Guardo também as barbies da minha filha, legos, playmobil, miniautura de alguns carrinhos (umas pecinhas apenas)...
    Ao olhar para elas sinto saudades da minha infância...da infância dos meus filhos...
    Todas essas lembranças me veio em segundos ao ler o teu post.
    Parabéns pela iniciativa em doar o seu boneco para esse museu, por divulgar e compratilhar todas essas coisas bacanas conosco.
    Linda Semana

    ResponderEliminar
  29. Catarina - aprendereorganizar:

    Nunca é demais ouvir essas gentilezas!!! :)))
    ahahah
    Muito obrigada!

    ResponderEliminar
  30. Fantástico e surpreendente.
    Que bom, recordar!..

    ResponderEliminar
  31. Hazel querida!

    Belo e interessante post...
    sou sua fã! quando vier ao
    Brasil, me avise..
    um abraço,
    Monica

    ResponderEliminar
  32. Olá Hazel, adorei tudo.Cada brinquedo mais lindo que o outro.O meu sonho de menina também era ter uma casinha de bonecas.Infelizmente nunca a tive.Beijocas.

    ResponderEliminar
  33. eu lembro do post sobre isto, sim. e até vi numa revista que li por aqui matéria sobre isto.

    amei, amei as imagens!

    sempre bom passar por aqui.

    abraços.

    ResponderEliminar
  34. Que ternura este post!! Adorei, por breves instantes gostaria de passar para o outro lado de la, e brincar muitoooooooooo!
    Beijo doce

    ResponderEliminar
  35. Querida amiga,
    Mil desculpas por não visitá-la tão frequentemente quanto gostaria e mereces!Ando um pouco atarefada por demais.
    O post sobre o Museu e as fotos dos brinquedos, me deixaram emocionada!Uma vez em São Paulo, tentei visitar um museu desse tipo, mas não consegui, um dia ainda irei nesse que vc citou!Amo brinquedos antigos, especialmente bonecas!E a mobília, e as casinhas. Qd eu era criança, tinha um leite em pó, aqui no Brasil, chamava-se Leite Glória, que vinha lá dentro medidores em formato de panelinha, eu os colecionava, é a memória mais antiga que tenho de brinquedos.Tb tive uma Amiguinha, que era do meu tamanho na época, 5 anos!Parabéns por fazeres a vida parecer mais leve!

    ResponderEliminar
  36. Nossa Hazel, que viagem no tempo, não?
    Adorei todas aquelas louças e pratarias em miniaturas.
    E o que dizer daqueles trens? Perfeitos!!
    O meu preferido? A carruagem que carrega aquela senhora e o boneco do triciclo.
    Ahhhh....tudo lindo!
    Parabéns pela iniciativa da doação. Seu amiguinho vai ganhar uma nova chance e todos ganharão, com isso.
    E obrigada à Casa do Brinquedo, por permitir que a gente pudesse ver tudo, com seus olhos.
    Beijocas querida!

    ResponderEliminar
  37. Tduo muito mágico e que, caso fosse a Portugal, gostaria muito de fotografá-lo
    bjs e dias felzies
    graceolsson.com/blog

    ResponderEliminar
  38. Olá Hazel, adorei o post, muito lindo os brinquedos, feitos com muito capricho,reproduzindo toda uma época em que brinquedos devia ser para poucos, agora,apesar dos brinquedos serem mais simples e feito em grande escala, todas as crianças podem ter mais acesso à eles!Beijos

    ResponderEliminar
  39. Oi, Hazel!

    Que delícia estas imagens de brinquedos. Nenhum deles é de minha época, mas sonho com as bonecas e as panelinhas!!!
    Beijins!!!

    ResponderEliminar
  40. Tenho uma disciplina que é museologia, e preciso de fazer um trabalho sobre um museu...

    E com este post, vou fazer definitivamente sobre o museu do brinquedo..

    Obrigada pela inspiração

    adoro-te Hazel

    Beijo grande =)

    Abi Bispo

    ResponderEliminar
  41. Tenho uma disciplina que é museologia, e preciso de fazer um trabalho sobre um museu...

    E com este post, vou fazer definitivamente sobre o museu do brinquedo..

    Obrigada pela inspiração

    adoro-te Hazel

    Beijo grande =)

    Abi Bispo

    ResponderEliminar
  42. Abi Bispo:

    Ah, tão querida!
    Obrigada...
    É recíproco!

    ResponderEliminar
  43. Querida! Um post longo, mas um dos mais fantásticos que já vi. Minha criança interior gritou de felicidade e quase fui às lágrimas.

    Vivo cercado de brinquedos aqui. Amo. Afinal, somos mesmo eternas crianças.
    Amei!!!!
    super bjo

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário ♥