Sexta-feira Zen

quinta-feira, janeiro 10, 2013

Às vezes, perdemo-nos na corrida dos ponteiros do relógio.
Deixamo-nos enlear pelos fios do novelo do tempo e, quanto mais nos debatemos, mais aprisionados ficamos. Então, temos de parar. Ficar quietos, apenas a escutar a nossa própria respiração e o pulsar do sangue bombeado pelo coração.

É então que os nossos olhos se reabrem e vislumbramos os finos raios de ouro que o Sol faz penetrar através dos fios que pareciam amarrar-nos os pulsos e os tornozelos, mas afinal nem estavam tão apertados assim.

Soltamo-nos do emaranhado dos fios do tempo, que ordenamos numa bola perfeita para depois tricotar, com a mestria das agulhas de sabedoria, numa colcha de momentos, emoções, histórias, suspiros, começos, remates, mudanças de cor.

É o que faço todas as sextas-feiras. Desligo as fontes de distracção exterior (computador, televisão) e fico apenas a escutar a minha voz interior. 24 horas de estado zen.

Com o pulsar do coração,

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE LER

4 COMENTÁRIOS

  1. Eu precisava fazer isso, ia-me saber bem, sem dúvida! Mas depois tenho o meu outro lado que chama pelo mundo exterior...

    ResponderEliminar
  2. Ando a tentar fazer os mesmo, mas ao sábado! Uns tem resultado, outros nem por isso... e quando consigo, sinto-me tão livre :)

    Beijocas***

    ResponderEliminar
  3. passando para visitar vc e seu blog.

    como sempre colocando coisas lindas.

    apareça no meu cantinho http://3fasesdalua.blogspot.com

    selma

    ResponderEliminar
  4. Costumo fazer isso, mas estabelecer um ritmo para isso é importante...é uma boa sugestão para 2013.
    Bjs harmonizantes, Liz

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário ♥