O Sagrado Masculino - visita guiada ao clube do Cebolinha

imagem por Ben Sutherland

De todas as vezes que oiço falar de espiritualidade, é rara a vez em que não oiço falar do Sagrado Feminino, e de quão oprimidas pelos homens foram e são as mulheres. E, reparem, não estou aqui a falar de correntes feministas. Não. Falo da invocação do sagrado feminino como o Santo Graal (taça-> útero). 

O problema senhoras e senhores, é que, se pecaram por defeito, agora pecam por excesso e estão a fazer exactamente o inverso. O Graal não existe sem o seu conteúdo. Conteúdo e receptáculo são Um.

O sagrado feminino não existe sem o sagrado masculino e vice-versa. Encontram-se ambos em cada um de nós. Depois é uma questão da energia dominante de cada um e de saber encontrar o equilíbrio com a/o parceira/o certo.

Não se reprimam, por isso, os instintos básicos masculinos. Porque raio há a ideia pré-concebida que o corpo masculino é feio e o corpo feminino é belo? São ambos belos, raios! Sem qualquer conotação sexual. Por que raio terá o estereótipo masculino de ser bronco, burro e estúpido?

Os Homens de hoje não são assim, e quem se pendura nestes esterótipos está a ser mais papista que o papa. Alguém ainda acredita que os homens só querem andar por aí a ter sexo com tudo o que tem saias e mexe? A sério? Então só posso dizer que conhecem as pessoas erradas. Porque terá o Cavalheiro perfeito de apenas servir e nunca ser servido?
Gentileza e boas maneiras são valores para todos.

“Ah, mas as mulheres são mais delicadas e os homens têm mais poder físico”...é o argumento mais comum que oiço. Eu adoro essa delicadeza, mas não me peçam para ser subserviente. São coisas completamente diferentes.

Valorizamos a inteligência, a bondade, o sentido de humor, a coerência, a sensualidade… e, claro, a beleza. Há ainda aqueles que consideram que a beleza é para os fúteis. Como dizem no Brasil: que nada! E, senhoras, os Homens mudaram! Agora lidem com isso.

Eu diria que os verdadeiros Homens de hoje olham primeiro para olhos, para ver a Alma.
E, bolas, não há nada de errado em achar lindo o corpo de uma mulher.

Porque tem um homem, por ser sensível e desejar amar e ser amado, de levar com etiquetas, (espantem-se!) não de outros homens, mas de mulheres? Mais uma vez, a sexualidade não é para aqui chamada: isto é completamente transversal a qualquer tipo de sexualidade.

Nesta noite de lua cheia, senhores, não reprimam a vossa essência e uivem, se for necessário! Ou deitem-se nús, no bosque, e deixem que a terra seja a vossa Donzela, Mãe e Anciã.

Os homens, aqueles que compreendem o Sagrado Masculino, sabem que não se faz nada pela metade.

O Todo é muito mais que a junção de duas partes.

Com Amor,

Marco

Guia dos Sonhos - L


Lã - A lã é um símbolo de felicidade, afecto e tranquilidade. Sonhar que se trabalha com lã pressagia a conquista de lucros financeiros e reconhecimento.

Ladrões - Medo das perdas nas diversas áreas da vida. Insegurança. Instabilidade.

Labirinto - Sonhar com labirintos indica a necessidade de tomar decisões importantes para definir um caminho nas escruzilhadas do destino. Representa a indecisão, falta de segurança e de confiança em si mesmo.

Lago - Se a água for límpida e tranquila, indica paz interior. Caso se apresente com águas sujas ou turbulentas, prenuncia conflitos interiores e profunda insatisfação. Ver-se a si mesmo atravessar um lago de uma margem à outra indica superação de dificuldades.

Lareira - Sonhar que acende uma lareira indica a aproximação do nascimento de uma criança e/ou uma nova etapa muito prazerosa no campo emocional. Apagada, indica contrariedades.

Leite - O leite é um bom prenúncio, representa a fertilidade, abundância, afecto e protecção.

Leões - O leão é um símbolo de força e poder. Sonhar que luta com leões indica conflitos que vencerá, no caso de sair vitoriosos da luta. Mantenha-se alerta em relação às pessoas à sua volta.

Leques - Representam segredos, falta de honestidade e traições.

Ler - Ver-se a ler indica que em breve terá acesso a revelações importantes.

Limões - Dificuldade de relacionamento e conflitos nas relações com outras pessoas. Vitalidade renovada.

Línguas estrangeiras - Avizinham-se grandes mudanças na sua forma de estar no mundo.

Luz - Sucessos. Confiança nas próprias capacidades. Superação de dificuldades.


Índice (clique nos itens):

- Guia dos Sonhos - L
Guia dos Sonhos - M
Guia dos Sonhos - N
Guia dos Sonhos - O
Guia dos Sonhos - P
Guia dos Sonhos - Q
Guia dos Sonhos - R
Guia dos Sonhos - S
Guia dos Sonhos - T
Guia dos Sonhos - U
Guia dos Sonhos - V
Guia dos Sonhos - X
Guia dos Sonhos - Z
Introdução


Beijos sonhadores,



Splish splash, banheira limpa sem dor de costas!

Cada vez que esfrego o sarro da banheira é um pedaço do meu karma que eu limpo.

Em boa verdade vos digo: uma mulher emancipada e bem-resolvida nunca se deve debruçar para a frente, a não ser que seja para apanhar alguma coisa que deixou cair, ou para fazer alguma espécie de actividade que lhe dê prazer...
... como jardinar, por exemplo!
(Estavam a pensar em quê? Isto é um blog familiar, não posso escrever sobre temas mais calientes.)

Mas voltando ao assunto de esfregar a banheira. Com mil vassouras, que mal fiz eu para ter tanto karma para limpar de cada vez que esfrego a banheira?
Nenhum, respondo!

Apenas hoje de manhã descobri que a minha dívida kármica está PAGA.
Tenho a banheira reluzente e não precisei de ficar com dor de costas, nem voltei a ter de me debruçar para esfregá-la.

Agora, quando ela precisa de ser limpa, levo uma escova de cerdas grossas e o detergente comigo para dentro do duche e enquanto estou a cantar a minha música do banho, tomo o meu duche e esfrego a banheira lá dentro. Tudo-ao-mesmo-tempo!

Splish splash,

Hazel

Remédio natural contra verrugas


As bruxas e as suas verrugas. Desde tempos imemoriais que o imaginário popular retrata as bruxas como velhas, feias e com uma verruga na ponta do nariz. Por esse motivo, hoje trago-vos a Dona Violeta, a minha mais antiga companheira, que vem desmentir esse boato tão injusto.

Como podem comprovar, ela é uma bruxa, já não é muito nova e tem uma verruga. Mas é linda!
A sua verruga é de estimação e até tem nome: Rebequinha (a Dona Violeta é uma excêntrica).

Se tem verrugas e, ao contrário da Dona Violeta, não quer preservá-las, mas livrar-se delas sem dó nem piedade, existem duas alternativas naturais que podem ajudar a realizar tal desejo:

1. Seiva de folha de figueira (aquele líquido branco e peganhento que pinga quando arrancamos uma folha);

2. Seiva de celidónia (Chelidonium). Caso não saiba identificar a celidónia, compre um vaso num viveiro de plantas e terá sempre esta planta à disposição.

Aplique uma das alternativas naturais acima diariamente na verruga até que seque e acabe por cair por si mesma.

Beijos!

Hazel

A minha floresta pessoal

Ela chegou ontem, triste e tímida, de cores apagadas, mas foi recebida de ramos abertos pelas restantes.

Apesar de estar em processo de redução de tralha em casa, as plantas não estão incluídas. Sempre haverá espaço para mais uma. Nunca serão demais!
São as minhas guardiãs e amigas, por quem tenho tanto carinho.

De onde veio este feto/ samambaia?
Do lixo. Como quase toda a minha floresta, salvo raras excepções.

Longa vida à minha nova companheira de viagem! E que as suas folhas verdes cresçam radiantes na certeza de que chegou a bom porto e a partir de agora será sempre amada e protegida.




Embrenhada na floresta,

Lição de anatomia


L. - Mamã, dói-me o peito. Já não consigo comer mais.
Hazel - O peito? Homessa! Mas em que sítio?
L. - Aqui, mamã.

Ele mostra, colocando a mão na barriga.

Hazel - Isso não é o peito, é a barriga. O peito é na zona das maminhas.
L. - Ai é nas maminhas? Então, a barriga é isto tudo das maminhas para baixo?
Hazel - Sim.
L. - Uau...!

Beijos anatómicos,



O silêncio é o guardião da paz de espírito.


Ontem, durante algumas horas, fechei as janelas todas, desliguei a música e o maior número possível de aparelhos eléctricos. E deixei-me ficar a escutar o Silêncio.

Bebi-o como quem deixa escorregar pela garganta um néctar macio feito de frutas que maturaram um Verão inteiro sob os raios dourados do Sol. Alimentei-me dele como um manjar dos Deuses. A minha alma foi nutrida deste vazio de sons, este deserto sonoro.

Escutei a minha própria respiração que, gradualmente, abrandou, assim como o bater do meu coração. O silêncio é branco, luminoso, leve, fresco, suave e inodoro.
Estou tão enamorada dele que hoje quero vê-lo de novo. Que os seus braços me abracem sem me prender e a sua voz fale comigo num sussurro mágico. Silenciosamente tua.

Shhhhh....,

Hazel

Setembro, tu que começas por S


Simplesmente, traz-me:

Silêncio, para que eu escute a minha voz interior.
Serenidade nos Sentimentos.
Sabedoria nas palavras.

Suavidade nos acontecimentos.
Sensibilidade na intuição.
Sândalo na cor dos meus cabelos.

Serenatas apaixonadas.
Segredos Sussurrados ao ouvido.
Simpatia que aconchega como um casaco de malha num dia frio.

Sopa de legumes.
Sorrisos cúmplices.
Suspiros de prazer.

Sol morno e dourado.
Sementes de alegria.
Sossego no decorrer dos dias.

Sinceramente,