Sagrado Feminino - As Participantes

Termina hoje o "Sagrado Feminino"!
Foi um mês fantástico, e fartámo-nos todos de brincar, não foi?

Muito obrigada...:
... a todos os que vieram sempre espreitar a foto do dia.
... pelos comentários tão generosos que deixaram.
... por terem celebrado o meu aniversário o mês inteiro comigo!

Um agradecimento especial às lindíssimas participantes.
Porque a Casa Claridade tem as leitoras mais bonitas e femininas do mundo, apresento-vos:


Tânia Forti
, do Brasil!

"Mulher de quarenta e tantos anos, mãe, companheira, amante dos animais e da terra, meio poeta, meio arteira, apreciadora do belo."











Cristina
, da Madeira!

"Sou apaixonada pela Natureza, adoro criar tendo como inspiração o mundo natural. Aprecio o valor das coisas simples e gosto de descobrir a beleza em cada Ser."








Selena
, do Brasil!

"A filha peralta do vento, da Grande Mãe, do Universo.
Irmã da insanidade comedida, em busca de tudo que me faz bem."














Sara
, de Portugal!

"Sou muitas coisas, mas nenhuma delas me caracteriza! Tento pôr um pouco de mim em tudo o que faço e apesar de não ser excelente em nada, interesso-me por muitas coisas! Não sou uma pessoa fácil, mas felizmente poucas pessoas conhecem o meu lado mais negro..."








Heloísa
, do Brasil!

"Sou como um camaleão! Vivo o momento, absorvo o local!
Mais ou menos 'se está em Roma, viva como os romanos!'"










Cris Ventura
, do Brasil!

"Consultora de Feng Shui, marqueteira, jornalista, encantada por decoração e arquitetura! Sou geminiana e adoro tudo o que pode deixar a casa, os ambientes e a vida mais felizes!"









Cora, do Brasil!

"Sou uma professora em formação, o meu melhor diploma está na sala de aula, é onde minha imaginação flui, minha alma se liberta, e meu coração vibra com cada descoberta dos pequenos aprendizes!"










Patrícia
e as suas filhas, do Brasil!

"Mãe, esposa, amiga, um tanto esparolada kkkkk, gosto de artesanato, faz parte de minha vida.
Sou também muito inquieta, gosto de ocupar o tempo com os meus brinquedinhos, seja os do lar ou as minhas agulhas, bordando, costurando, crochetando ou tricotando.
Entre outras coisitas, essa sou eu."








Taty, do Brasil!

"Sou apenas um ser humano que precisa sonhar antes de ir trabalhar."












Denyse Melo, do Brasil!

"Sou aquela que deseja mudanças e conquistas, que luta por ideais e vive um grande e pleno amor... e agora uma futura mamãe!"



Peço uma salva de palmas virtual para todas, que demonstraram tão bem a sua feminilidade!
Clap! Clap! Clap! Clap! Clap!

Em breve, colocarei as fotos todas da minha participação. Quando menos esperarem...

Vamos lá a acabar com as vergonhas

Aqui, que ninguém nos ouve, vamos falar verdade: levante uma mão quem, pelo menos, uma vez na vida, foi à casa-de-banho em casa de alguém, e desviou a cortina da banheira para espreitar lá para dentro. Estou a ver muitas mãos trémulas no ar... iiiiih, tantas!

Isso quer dizer que, estatisticamente, já muitos narizes abelhudos bisbilhotaram a vossa banheira também.

Vamos espreitar a minha?
Ora, aqui está; é nesta banheira simples-e-humilde-porém-limpinha, que a vossa escriba toma banho todos os dias.

Observem a limpeza exímia destes azulejos (são cor de areia, mas é deles mesmo, não é sujidade, hã?)...
Agora ajoelhem-se comigo e vamos todos contemplar as juntas dos azulejos alvas como nuvens em dias de Verão. Beleza...

Alguém ficou com vergonha das suas juntas pretas e bolorentas? A-ha...
Ora, não se apoquente. É para isso que aqui estou hoje, para contar o segredo, que é espantosamente simples e económico. Julgava que não tinha solução? Tem, sim:

Deite um pouco de lixívia (água sanitária, no Brasil) num recipiente, molhe uma escova, e esfregue as zonas críticas.

Cuidado, para não manchar a sua roupa (essa moda, até eu, que sou fora-de-moda, digo que passou de moda!).

Não passe logo por água; deixe a lixívia actuar e branquear por uns minutos.

Pronto, juntas brancas de novo!
Já pode convidar as suas amigas todas para irem aí a casa, e ficar tranquilo e confiante quando elas forem à casa-de-banho. :))

Alguma dúvida?




L. - Mamã, quando os troncos das árvores caem, vem um camião com um testículo muito grande que os apanha.
Hazel - ... (ainda a pensar... - ia dizer o quê?)

[Nem acredito que escrevi a palavra "testíc..." no meu blogue.
Sabe-se lá as pesquisas malucas que vão agora aparecer vindas do Google.]

Limpar negativismos

Chega ao fim do dia irritado, desgastado e com sentimentos negativos que trouxe do exterior. Em suma: ninguém o atura!

Se estas palavras fazem sentido para si, e isto se tornou a sua rotina diária, existem soluções práticas que podem ajudá-lo a limpar os negativismos que o afectam.

Os pés são uma parte muito importante do nosso corpo, pois são eles que nos deslocam a lugares onde, por vezes, não nos sentimos bem.

Contudo, como andamos calçados, não estão em contacto directo com a Terra, por isso, não descarregamos as energias acumuladas.

Sempre que possível, descalce-se e caminhe na relva de um jardim ou na areia da praia.

Quando não tiver oportunidade para isso, descarregue as energias negativas... em sua casa.

Vai precisar de:
- uma bacia;
- 3 colheres de sopa de arruda ou algumas folhas de eucalipto;
- um cristal de ónix (a pedra preta que vê na foto).

A arruda e o ónix encontram-se em lojas esotéricas. As folhas de eucalipto basta colher da árvore.

Faça uma infusão com a arruda (ou o eucalipto) e deite-a na bacia.

Deixe-a arrefecer até ficar tépida - pode aproveitar esse período de tempo para fazer outras coisas que façam parte da sua rotina.

Quando a água estiver tépida, coloque o ónix lá dentro, descalce-se e mergulhe os seus pés.
Deixe-se ficar o tempo todo que desejar.

O ónix é um magnífico cristal de protecção, que nos ajuda a concentrar e a ligar à Terra, e tem fortíssimas capacidades de absorção de energias negativas.
As plantas indicadas têm propriedades purificadoras, sendo adequadas à limpeza energética.

Pode fazer este ritual diariamente ao fim do dia, enquanto sentir que precisa dele.

O ónix necessita de uma pequena manutenção, para que trabalhe com todo o seu potencial, absorvendo os negativismos. Deve ser limpo e energizado após ter sido utilizado.

Para isso, coloque-o numa pequena taça com sal grosso durante uma noite e, na manhã seguinte, deixe-o apanhar Sol numa janela, para energizar.

Outra alternativa de limpeza e energização é colocar o ónix sobre uma drusa (p. ex., de ametista ou quartzo hialino) durante uma noite.

Nota importante: Esta infusão não deve ser ingerida! Serve apenas para uso externo.

Lista de Compras

[O objectivo deste post é poupar tempo quando precisar de fazer a próxima lista de compras!]

Ora, a lista...:

Detergentes & Higiene
- líquido amoniacal W.C.
- pastilhas sanitárias
- gel W.C. c/lixívia
- papel higiénico
- pasta de dentes
- detergente lavar loiça
Conservas
- milho
- cogumelos laminados
- pedaços de tomate em lata
- feijão frade
- atum
- ketchup
- azeite
- vinagre
- marmelada
Farináceos e comp.ª
- arroz
- puré de batata instantâneo
- esparguete
- massa de laços, búzios, ou outro formato qualquer
- farinha sem fermento
- bolachas Maria
- Nestum chocolate
- batata palha
- couscous
Lacticínios
- leite
- natas
- manteiga
- margarina
- ovos
- yogurtes com pedaços de morango
Peixe
- tapas bacalhau
- truta salmonada
- dourada
- postas de salmão
- pescada p/cozer
- lulas limpas
- miolo de camarão
- delícias do mar
Carne
- carne de vaca picada
- pá de porco
- frango inteiro
- perna de perú
- bifanas
- jardineira de vaca
Frescos
- maçãs
- alface
- tomate
- beterraba
- batatas
- cenouras
- nabo
- alho
- courgette
- agrião
- coentros
- pimento vermelho
Etcs.
- ração para o Aramis
- areias
- sal grosso
- vinho branco p/tempero
- sumos
- seitan

Para aquelas pessoas curiosas que pensam "o que é que será que os outros escrevem nas listas de compras?", aqui está a minha.

Presente de Orávia Silva

Em Santos, no Brasil, mora uma artesã de mãos hábeis e alma generosa. Chama-se Orávia Silva.

A Orávia enviou-me pelo correio um presente de aniversário feito por si.

Eu já disse que gosto muito de artesãs?
Não é porque recebo presentes, mas porque acho que uma pessoa que faz nascer algo bonito das suas mãos tem uma grande centelha Divina.

As artes manuais são obra de Amor, e eu respeito e admiro muito isso.
Principalmente, nos dias que correm.

Então, vamos ver o que vinha na caixinha?

Um pano de pratos com um acabamento em renda feito pela Orávia.

Peguei neste pano lindo, e imediatamente fui transportada para uma casa de campo.

Nessa casa, vi frutos em cestas, vasos com flores à janela e o barulho de um rio que corria lá fora.

Só pode ser um pano mágico, para me ter levado a viajar dessa forma!


E um xaile cor de paixão.
"Cor de paixão" fui eu que inventei, mas é o que esta cor me transmite.
Adoro a cor e adoro xailes!

"Cada laçada que eu dava, pensava em como essa cor MARAVILHA ficaria bem em você", escreveu Orávia.

E fica! É uma cor que me faz sentir viva.
Muito obrigada, do fundo do coração. Por tudo! Adorei!

Hazel explicada musicalmente

Quem é que já [não] tinha saudades dos desafios/questionários que às vezes recebo? Hã?

Sou uma rebelde internáutica, e não obedeço às regras dos desafios, mas, mesmo assim, a Catarina decidiu arriscar. Obrigada, Catarina!

Aviso: Tenho uns gostos musicais um pouco invulgares. Está beeem?

Espero não chocar ninguém, e que todos sobrevivam sem grandes danos psicológicos caso se disponham a correr o risco de ouvir todas as músicas!

Clique nos links para ouvir as minhas escolhas.

1 - A tua canção favorita.
Tenho várias favoritas. Mas escolho esta, que é sexy e arrojada: Speed - Chris Rea. Upa!

2 - A tua canção menos favorita.
As que passam na rádio!

3 - Uma canção que te põe feliz.
Esta faz milagres: It's raining men - Weather girls. Melhor que creme anti-idade!

4 - Uma canção que te põe triste.
Passo ao item seguinte.

5 - Uma canção que te lembra de alguém.
I just wanna make love to you-Etta James.

6 - Uma canção que te lembra de um lugar.
Burbujas de Amor - Juan Luis Guerra.

7 - Uma canção que te lembra de um determinado acontecimento.
O nascimento do L.. Era esta a música que tocava no Grande momento: Reve - Vangelis.

8 - Uma canção que te faz dançar.
Sem sombra de dúvida, Mambo Italiano!
Diferencias sobre las Folias - Antonio Martin y Coll

9 - Uma canção que te faz adormecer.
Embala-nos como uma mãe doce e carinhosa: Cucurrucucu Paloma. Delícia.

10 - Uma canção da tua banda favorita.
Não fiquem demasiado chocados comigo, mas... Thunderstruck - AC/DC
Adoro! ahahahahah

11 - Uma canção que ninguém esperaria que gostasses.
Pelo título e pelo começo repetitivo e algo irritante, Odeio - Caetano Veloso.
Contudo... gosto muito!

12 - Uma canção que te descreve.
Como eu aprecio coisas antigas e cheias de estilo...: She's a Lady - Tom Jones! Eh!

13 - Uma canção do teu álbum favorito.
Levamos sempre para ouvir no carro: Roadhouse Blues - The Doors, do álbum "Legacy".

14 - Uma canção que ouves quando estás zangada.
Talvez Jingo-Lo-Ba - Santana. Gosto muito. Mas não preciso de estar zangada para ouvi-la.

15 - Uma canção que ouves quando estás feliz.
Loverboy - Billy Ocean.
Bhangra Knights vs Husan - Husan HQ
Sex Bomb - Tom Jones
Great Balls of Fire - Jerry Lee Lewis
Arcade Fire - Wake up
Blue Jean - David Bowie

16 - Uma canção que ouves quando estás triste.
Isto é muito antigo, mas ainda tão actual: F.M.I. - José Mário Branco.

17 - Uma canção que queres que toque no teu casamento.
Passo à seguinte!

18 - Uma canção que queres que toque no teu funeral.
Pela sua leveza, Sumi Jo - The Ninth Gate.

19 - Uma canção que te faz rir.
Oubl'á - Mão Morta. As letras deles... as letras, senhores... :)))
Candy - Iggy Pop - Têm de assistir ao vídeo para entender (nota: eles são brasileiros!).

20 - A tua canção favorita deste último ano.
Prefiro as boas e velhas músicas às que passam actualmente na rádio.
Algumas das que mais gosto:
Since I've been loving you - Led Zeppelin
Give in to me - Michael Jackson feat. Slash
Wicked Game - Chris Isaak
Feeling Good - Nina Simone
Moon River - Frank Sinatra
Muddy Waters - Hoochie Coochie Man
Air - Sexy Boy
Wich way to turn - Bryan Ferry
Runaway - Del Shannon
O Fortuna - Carl Orff
Hey Joe - Jimi Hendrix
I was made for loving you - Kiss
Iggy Pop - The Passenger
----------------------------------------------
Muito obrigada a todos os que comentaram no post de ontem.
Se estou melhor hoje? Ninguém me segura!!
Estou, qual dragão, a respirar por ambas as narinas e esta noite até dormi deitada!
I-hááááááááa!
(grito agudo)
Grata pelos vossos conselhos, que li atentamente.
Estou a tomar vitamina C, Kestine e ainda vou comprar própolis.

Contem-me tudo

Sabem, eu agora durmo sentada. E é quando durmo. Porque, praticamente, quase deixei de exercer esta actividade que tanto prazer me dá.

E, por isso, estou a ficar um bocadinho lélé da cuca. Assim, como quem diz: maluca, mesmo. Efeitos da privação de sono e da falta de oxigenação do cérebro.

Descobri que tenho alergia ao pólen.
"Alergia ao pólen..." - isto soa a algo sem importância, aquelas esquisitices que as pessoas inventam para se queixarem. Pois não é.

Eu conto-vos como é: primeiro, deixa-se de respirar de uma narina. A sacana fica mesmo inactiva; não entra nem sai ar.
Depois, a outra narina começa a fechar também.

E por muito que nos assoemos, ou limpemos o nariz com água do mar ou soro fisiológico, as narinas fecham mesmo portas e recusam-se a trabalhar.

Resta-nos a boca para respirar. A força que temos de fazer para o ar entrar é quase o equivalente à que fazemos para encher um balão [Trad. Brasil: balão = bexiga].
O dia inteiro, a noite inteira, até à loucuraaaaaaaaa!

É como se encontra esta vossa escriba. Entupida. Cansada. Ensandecida. Um bocado zonza.
Apetece-me gritar, mas não o faço porque tenho falta de ar.
Apetece-me chorar, mas já estou entupida que chegue.
Por isso, opto pelo mais sensato: venho aqui fazer-vos queixinhas. ;)

Não me digam para ir ao médico. Quando conseguisse vaga para uma consulta, já seria Outono e entretanto já me tinham passado os sintomas todos.

Também não acho que seja caso para ir às Urgências e tirar a vez a outra pessoa que esteja numa verdadeira urgência, e precise mais do que eu.
[A verdade é que não gosto de Hospitais e sou muito boa a inventar desculpas.]

Portanto, tenho tomado Atarax, um anti-histamínico (e sedativo). - Hoje não tomei, hã?
Mas tomei ontem, e nem post fiz. Aquilo dá um sono de fazer inveja às moscas tsé-tsé.

E não resolveu nada. Hoje estou na mesma com todos estes sintomas que me enlouquecem, por isso, para a fava com o Atarax!
Quando estou a atingir o pico do desespero, uso o spray Livostin, que ajuda um bocadinho, mas não resolve. Não posso tomar por mais de 3 dias, diz o folheto. Só não diz é o que acontece se não obedecer: será que me crescem cogumelos nos pés?

Fiz uma infusão de folhas de eucalipto, que é um descongestionante natural, mas não resultou. Ainda me senti pior.
Portanto, minhas riquezas, se deixarem de aparecer posts novos... é mau sinal.

Falando sério, o objectivo deste post não é [claro que é!] dramatizar, mas perguntar se há por aí alguém com alergia ao pólen, se já fez algum tratamento diferente dos que indiquei, se já experimentou a vacina para as alergias, se eu me for desta para melhor vão chorar muito por mim...

Contem-me tudo, não me escondam nada. Se não tiverem nada para contar, podem sempre contar como está a correr o vosso dia, contar carneirinhos ou... não liguem! É a privação de sono.

Receita de esparregado

"Estas meninas hoje em dia nem um ovo sabem fritar."

Muitas foram as vezes em que ouvi esta frase, proferida por pessoas de mais idade, com aquele típico sorriso invertido em que viram os cantos da boca para baixo num esgar de desdém, cheias de convicção de que moças novas e divertidas, que pintam os lábios e os olhos... são uma desgraça na cozinha. - Yeah, right.

Pois aqui estou a provar que estavam errados. Como já uma vez disse, tanto podem ver-me a segurar um baton, como uma vassoura, uma chave de fendas ou uma colher de pau. Ah!

Mulher que é mulher não se deixa intimidar por tarefa alguma, e ainda menos pelas opiniões alheias. Continuem a pintar os lábios e a cozinhar ao mesmo tempo!

Ora, atendendo a pedidos, a receita de hoje é algo que pode não ter um aspecto gourmet e chique, mas é delicioso e muito nutritivo: Esparregado.

Ingredientes:
Dois molhos de espinafres ou nabiças.
Um ramo generoso de coentros.
Cerca de 10 dentes de alho.
Um pouco de azeite.
Bastante vinagre.
Dois ovos.
Leite.
Pão.
Uma folha de louro.

Costumo juntar os bocados que sobram de pão duro, para reaproveitar nesta receita [as amigas do Brasil estão neste momento a pensar "Hazel é pão-duro!"].

Coloque o pão numa tigela, amoleça-o com leite quente e desfaça-o, fazendo esta papa de aspecto blérc, mas que é essencial nesta receita.



Lave e corte em tiras os espinafres (ou nabiças) e deixe de lado.

Para dentro de uma panela grande, deite os dentes de alho picados, um pouco de azeite e a folha de louro. Deixe refogar um pouco, até libertar o aroma do alho.

Depois, coloque os espinafres já cortados. Deixe saltear.
Coloque os coentros cortadinhos.
Seja generoso com os coentros!

Deite aquela papa blérc que fez com o pão e o leite morno na panela, e misture tudo.

Agora, o ingrediente-maravilha: vinagre!
Deite bastante vinagre para a panela. Bastante mesmo! Está com medo de quê?
Isso mesmo, vinagre a sério!!
Coloque os dois ovos batidos, misturando-os com tudo. Mexa bem e sorria, pois está feito.

O esparregado serve para acompanhar carne, peixe ou aquelas receitas vegetarianas que eu não sei fazer. ahahahah

Bom apetite!

Ai a Sónia...! :)

Tenho uma leitora que tem um sorriso fantástico e um sinalinho malandro junto da boca...

... chama-se Sónia, e vive nos Açores.

A Sónia, que é muito generosa e querida, enviou-me este presente de aniversário tão bonito e especial.

É uma capa feita de materiais reciclados, que traz papel de carta, envelopes e blocos de papel, em estilo antigo. Uhuuuuu!

Estas mãozinhas são do meu querido L., que adorou os bichinhos de madeira oferecidos pela Sónia, e diz:
- Obigado!
:))

E eu também agradeço: Obrigada, Sónia!!

Este papel encantador parece papiro.
Cheira a antigo, a sótãos e a mistério.

Vou escrever os meus apontamentos em grande estilo, que delícia!! Adorei! Muito obrigada!

Um chá que se transforma em flor

Às vezes, esta vossa escriba viaja até ao arco-da-velha, e traz de lá segredos e raridades...:

Trouxe um chá muito especial, originário da China, que é fabricado artesanalmente com todo o rigor Oriental. É feito com flores de amaranto, que são colhidas pelo nascer-do-dia, enquanto ainda goteja o orvalho da noite e os primeiros passarinhos cantam.

Depois de secarem, no momento certo, são cosidas à mão com fio de algodão cru a folhas de chá verde, formando esta bola que é conhecida - sabe-se lá porquê! - como "bola da fortuna".

Deve ser guardado num recipiente fechado e em local escuro e sem cheiros fortes, pois rapidamente perde as suas propriedades e absorve outros odores.

As próprias artesãs que o colhem e tratam, não usam perfume, têm uma higiene rigorosa, e não podem ingerir alimentos de odor forte para que as suas mãos sejam absolutamente inodoras.

A flor do amaranto simboliza a imortalidade, e é considerada sagrada por muitos povos do mundo, tais como os Romanos, índios Mexicanos, Mayas, Aztecas, Incas...
Continua, desde há milhares de anos, a ser utilizada em rituais religiosos semi-secretos.

É rica em ferro, potássio, cálcio e vitaminas A, B1, B2 e C, e traz muitos benefícios à saúde.
Em termos mágicos, diz-se que confere longevidade e protecção espiritual.

Para fazer o chá, coloque a bola dentro de uma chávena, deite água a ferver e aguarde uns minutos.
Ela abre sozinha, formando uma flor, e liberta o seu aroma.

Querem saber a que sabe este chá tão especial e único?
Vou beber um pouco, e já vos conto.
...................
..............
hummm...
........
......
.....
...
Sabe a mistério...!
É reconfortante, doce, suave e exótico. Não tem um sabor espectacular (continuo a preferir o chá de verbena e o de maçã e canela), mas é bastante agradável.

Sintra mágica

Senhoras e Senhores aí pelo mundo fora, apresento-vos... Sintra.
Com toda a sua magia, mistério e peculiaridades.



Uma caixa de correio muito original numa casa particular.



A maravilhosa fonte do Sol, onde vou buscar água para as minhas plantas.



As brumas mágicas de Sintra.



As árvores que falam baixinho e dançam.



Um portal mágico... no Castelo dos Mouros.



Uma misteriosa porta giratória.

Silenciosas gárgulas no arco a vigiar quem passa, autênticos guardiões mágicos seculares que continuam a cumprir com esmero a sua missão.

Tritão, o deus marinho grego, que guarda ferozmente a entrada do Palácio da Pena.



Arcadas celestiais... (bolas, devia ter arrastado dali o caixote do lixo)

A reportagem fica por aqui, porque infelizmente não me autorizaram a fotografar o interior do Palácio da Pena... os maus!

Miminhos para mim!

Meus Leitores, minhas riquezas...

Pronto. Vocês ganharam. Convenceram-me de que afinal.................................
......................................................................................................
......................................................................................................
........... afinal, até é divertido fazer anos, hã? :))

Obrigada, queridas Alexa Violeta e Lídia Pinho, pelos presentes que me enviaram pelo correio e pelas palavras de afecto, que foram um autêntico bálsamo para a minha alma.

A Alexa Violeta é uma generosa artesã com um bom gosto maravilhoso.
Enviou-me esta almofada linda-linda-linda que, de um lado é violeta...

... e do outro tem este lindo e romântico padrão vintage e uma barra cor-de-rosa.
Feita pelas suas engenhosas mãos-de-Fada.

Enviou também uma vela perfumada de limão, incenso de violeta, uns brincos muito bonitos, um colar romântico, chás que prometem que vou viver para sempre (upa!), um suporte para incenso e uma cartinha cheia de ternura. Muito obrigada....!

Não deixem de conhecer os seus trabalhos aqui.

A Lídia Pinho é uma mãe cheia de criatividade, que vive num lugar lindo de Portugal, onde tem a grande sorte de poder colher os seus próprios legumes e cultivar alfazemas e glicínias. Ai quem me dera...!

Enviou-me estas barras em renda e com bordados para colocar nas prateleiras da cozinha (vai parecer uma cozinha de bonecas!) e um postal muito original e cheio de carinho, que vou guardar para sempre numa caixa onde guardo os meus tesouros.

Muito obrigada, Lídia Pinho e Alexa Violeta, do fundo do coração.

Olho vivo no lixo!!


Trouxe esta banqueta [se não é assim que se chama, por favor, corrijam-me] do Senhor Lixus, e coloquei-a no Triângulo das Bermudas que é a minha arrecadação.

Caíu no esquecimento e ficou lá mais de um mês.
De repente, foi como se tivesse sido atingida por um relâmpago: "A banqueta!!!"

Desci às catacumbas e lá estava ela. Consegui recuperá-la de tal forma que nem eu mesma acreditava.



Aspirei, lavei com uma escova de dentes velha e detergente, e encerei.

Com o carinho com que merece ser tratada qualquer peça antiga.

À noite, cheia de charme e mistério...






Aqui está ela - acreditem ou não, é a mesma banqueta da primeira foto:


Resta-me sugerir:
- Queridos Leitores, olho viiiiivo aí no lixo da vossa cidade! :)))

Em que posição?

[Deixem-se lá de ideias com este título, hã? Este é um blogue familiar, e não vou mais longe do que fui aqui.]

Para quem gosta de objectos com um simbolismo esotérico, mas não sabe qual a forma mais auspiciosa de posicioná-los.

Quase todas as pessoas que conheço e que têm elefantes decorativos, vivem na eterna dúvida "virados de frente ou de costas para a porta"?

A resposta é:
Sempre de costas para a porta!

Os objectos que simbolizam prosperidade por serem associados ao transporte de riquezas, devem estar posicionados como se estivessem a entrar na nossa casa, representando o fluxo financeiro a entrar (ou seja, devem estar sempre de costas para a porta).

É o caso do elefante, do camelo, do sapo das três pernas (Feng Shui), dos barcos...

Todos os restantes objectos, que não estão associados ao transporte de riqueza, colocam-se virados de frente para a porta, a saudar as visitas e as boas energias que entram.

Por exemplo, se tiver um bule, deve sempre colocar o bico por onde sai o chá virado de frente para a porta.

Já os diabinhos - que também há quem os aprecie - devem ser posicionados de forma a que fiquem com as costas viradas para a porta, e a parte da frente para uma janela.

Nota:
Estas indicações servem para casa, e também para lojas, escritórios, restaurantes, etc..

A todos os que estiveram presentes:


Alexa Violeta, Fernanda, Shin Tau, Soraia Silva, Alice, Açuti, Maria José, Rose, Alexandre Mauj Imamura Gonzalez, Sol, António Rosa, Daniele O, Rosana, Maria Ribeiro, Elisabete, Lilly, Meri Pellens, Coraline, Guilu, Janne, Deusa, Florentino, Sonia, Rita de Cassia, Cacau Gonçalves, Bruna Maria, Maria, Morena, Priscila, Edna Brancalhão, Cris França, Lídia, Tharázia, Selena, Lu, Paula, Cristiane Davatz, Dinona, Cristina, Denyse, Sara, Andreia, Clarice, Gilka, Cecília Helena, Denise V. Soares, Heloiza, Marian, Analuciana, Claudinha, Leila Boeira, Fátima, Nancy Passos, Adri, Cristiane Cristaldo, Luarte, Abi Bispo, Catarina Correia Almeida, Lenita, Rodrigo, Cris Tarcia, MikMary, Jú, Manu Pink, puPupiTu, Vanessa Valadares, Milu, Cris Ventura, Eu sei que vou te amar, Larissa, Í.ta, Eliana Delatorre, Cristiane, Kapa, Daniela Ferré, Sônia, Paloma, Márcia e Eliane, Janice, Tina, Carol, Monica, Orávia, Marisa, Mônica, Alice, Renata Gayet, Adribel, Claudia de Paula, Flora Maria, Salmantina, Ana Lúcia, Carla, Pimenta, Jana, Marcelo Dalla, Daniela, Fernanda, LuA, Aida, Taty, Alice, Tania Forti, Sissamar, Lu Pietra, Edna, Márcia, Fifi, Micael e Conceição, Nalini, Raquel, Hamadria, Maria Papoila, Maria de Fátima, Carla Sousa, Denise, Eliana Pessoa, Sandra Veia, Margaret, Santinha, Astrid Annabelle, Vida Vegana, Dear Daisy, Zininha, Isabel, Gisa, Fabiano, Cacarina e Ecila.

Fiquei muito emocionada com a vossa participação.
Nunca mais esquecerei o meu 3...º (está na foto dos livros... ) aniversário!

Feliz aniversário para mim!

Bem-vindos, queridos leitores, à minha festa de anos!

Este bolo de chocolate com a Bruxa Hazel no topo veio do Brasil, e foi carinhosamente feito pela Paloma e pela Dani. Obrigada!

Para a festa cheirar bem, a Heloísa de Mesquita Inoue enviou-me estas alfazemas, que distribuo por todos os cantinhos da casa.

A Yvone Pereira enviou esta pin-up para animar a festa.

Obrigada, António Rosa, pelo post tão generoso no Cova do Urso.
Obrigada, Alexa Violeta, pelo post tão encantador no Danças com Trapos.
Obrigada, Sónia, pelo post tão querido no De Tudo um Pouco.
Obrigada, Lu, pelo post tão amoroso no Minha Distração.
Obrigada, Deusa, pelo post tão gentil no Vasinhos Coloridos.

O meu agradecimento a todos!

Como é um dia muito especial, e acordei bem-disposta, decidi finalmente aceder aos vossos pedidos e satisfazer-vos a curiosidade...

Um resumo da sessão fotográfica da manhã de hoje. :))

Tive que fazer aquelas danças todas primeiro para ganhar balanço, hã?

E para quem anda há meses a perguntar a minha idade (Alice....?), a resposta está nesta foto. A minha idade corresponde ao número de livros. [Ah! Julgavam que vos dava tudo assim de mão-beijada?]

Muitos parabéns à minha leitora Alice, que faz anos no mesmo dia que eu!

Esta é uma dupla celebração:
O meu aniversário, e a passagem da barreira dos 1.000 Seguidores da Casa Claridade!
Muito obrigada por fazerem parte da minha vida.